COBERTURA ESPECIAL - Eventos - Segurança

29 de Junho, 2016 - 15:10 ( Brasília )

Rio 2016 - Manual contra o terror

No dia do atentado turco, governo lança cartilha de segurança para os Jogos; ministro da Justiça se diz tranquilo

Lauro Neto
 

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou, ontem, que os Jogos Olímpicos do Rio serão “absolutamente tranquilos”. A declaração foi dada em São Paulo, pouco antes do atentado terrorista que matou pelo menos 36 pessoas no Aeroporto Internacional de Istambul, na Turquia, e no mesmo dia em que o Ministério da Defesa lançou campanha educativa para a população identificar possíveis ameaças terroristas. De acordo com o ministro, há preparo preventivo.

— Há toda uma preocupação e uma prevenção do Brasil em relação ao terrorismo, numa ação conjunta dos ministérios da Justiça e da Defesa, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República para que possamos ter (e teremos) os Jogos absolutamente tranquilos, disse Moraes durante cerimônia no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na capital paulista.

Greve não assusta

O ministro disse ainda que até o fim da semana será feito o repasse emergencial de R$ 2,9 bilhões do governo federal ao Estado do Rio de Janeiro, para cobrir os gastos com a secretaria estadual de Segurança Pública. Segundo ele, a paralisação e os protestos feitos por policiais civis e militares no Aeroporto do Galeão, na última segunda-feira, não afetarão a preparação e a segurança para a Olimpíada.

— Todas essas pendências serão solucionadas, e as polícias Civil e Militar do Rio vão atuar normalmente, até porque a própria polícia quer atuar na Olimpíada, disse.

Apesar das garantias do ministro, os responsáveis pela segurança nacional sabem que apenas o trabalho da polícia não é o suficiente para evitar o terrorismo. É preciso o auxílio da população.

Roupas, malas ou cheiros

A campanha do Ministério da Defesa faz parte do Plano de Sensibilização e Dissuasão a Ameaças Terroristas, feito em parceria com a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e o Ministério da Justiça. Folders, cartazes e cartilhas serão espalhados pelas instalações esportivas, bares, aeroportos, restaurantes, hotéis e outros lugares de grande circulação ensinando a identificar possível ameaça terrorista.

— Como o nosso país não tem tradição de nesse tipo de ameaça, é preciso fazer com que as pessoas estejam mais atentas. A mensagem que queremos passar é: se você ficou desconfiado ou achou uma situação suspeita, é porque ela, de fato, é suspeita, afirmou Mauro Sinott, comandante do Comando Conjunto de Prevenção e Combate ao Terrorismo (CCPCT).

As explicações ajudam a identificar pessoas, veículos e situações que não estejam de acordo com a normalidade. Funcionários sem crachá ou outra identificação, pessoas que tiram fotos de detalhes de instalações ou que não se vestem de acordo com o clima do dia, malas abandonadas e fortes odores são exemplos de situações que devem ser avisadas às autoridades.



Outras coberturas especiais


Gripen NG Brazil

Gripen NG Brazil

Última atualização 16 OUT, 16:30

MAIS LIDAS

Eventos