COBERTURA ESPECIAL - Eventos - Defesa

08 de Junho, 2016 - 10:10 ( Brasília )

Militares são preparados para detectar ameaças terroristas

Cerca de cinco mil militares da região norte participam de capacitação sobre percepção terroristas

Ten Lorena Molter / Tenente Flávio Nishimori
 

De olho nas seis partidas de futebol a serem realizadas em Manaus (AM) durante os Jogos Olímpicos, cerca de cinco mil militares de unidades da Força Aérea Brasileira (FAB) sediadas na região Norte do País participam, durante o mês de junho, de capacitação sobre percepção da ameaça terrorista.

Militares de todos os círculos hierárquicos, desde os soldados até os oficiais superiores, dos Estados do Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima, são preparados por meio de palestras acerca do terrorismo. A capacitação teve início no dia 16 de maio sob a coordenação da Seção de Operações Terrestres do Sétimo Comando Aéreo Regional (VII COMAR).

De acordo com o Major de Infantaria Robson Nunes dos Reis, o treinamento dos militares da Força Aérea sobre esse tema está relacionado ao histórico dos Jogos Olímpicos.

“Historicamente, as Olimpíadas têm ocorrências de terrorismo. Nesse contexto, sob a coordenação do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), o VII COMAR estimulou a elevação do nível de conhecimento dos efetivos de suas unidades subordinadas sobre a percepção da ameaça terrorista”, explicou.

Seguindo as orientações do COMGAR, as aulas ministradas abordam três temas centrais: o contexto da ameaça terrorista, o Comando da Aeronáutica diante da ameaça terrorista e as ações de nível tático do VII COMAR diante da ameaça terrorista nos Jogos Olímpicos 2016.

O Major Nunes Reis também ressalta os benefícios desses treinamentos a longo prazo.

“Esse conhecimento serve de legado para a elevação do nível de segurança das instalações, mesmo após os Jogos Olímpicos, pois os procedimentos e a consciência sobre o tema ficam”, disse.

Rio de Janeiro - Cerca de 140 oficiais de diversas unidades da Força Aérea Brasileira (FAB) sediadas no Rio de Janeiro participaram, na semana passada, do Estágio de Serviço de Segurança e Defesa, coordenado pelo Terceiro Comando Aéreo Regional (III COMAR). O objetivo foi aprimorar as técnicas e procedimentos visando à qualificação constante dos militares para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016.

As instruções foram ministradas pelos Batalhões de Infantaria nas guarnições Centro, Galeão, Afonsos e Santa Cruz. Durante dois dias, os militares receberam instruções que abordaram a legislação referente aos procedimentos de segurança, identificação para acesso às Organizações Militares, comunicações, cuidados com armamento e prevenção e combate ao terrorismo.

“Essa legislação é básica para nortear as ações dos Oficiais-de-Dia e de suas equipes de serviço”, afirmou o Comandante do BINFAE-RJ, Tenente-Coronel Jorgeli Almagro Caralo.

Além da parte teórica, os oficiais tiveram a parte prática com técnicas de abordagem e revista pessoal e a veículos, reação a ameaças diversas e emprego do armamento.

“É preciso estar preparado para o pior cenário, caso as ameaças que nós abordamos se concretizem”, comentou o Chefe da Subseção de Planejamento e Doutrina da 7ª Seção do Estado-Maior do III COMAR, Capitão José Ramalho Melo da Silva.

 



Outras coberturas especiais


Expansão Chinesa

Expansão Chinesa

Última atualização 22 SET, 01:20

MAIS LIDAS

Eventos