COBERTURA ESPECIAL - Eventos - Terrestre

24 de Maio, 2016 - 10:40 ( Brasília )

Comando de Defesa de Área de SP realiza primeira reunião do Estado-Maior Conjunto


O Comando de Defesa de Área de São Paulo (CDA/SP) realizou, no dia 18 de maio, a primeira reunião do seu Estado-Maior Conjunto (EM Cj), no Quartel-General do Ibirapuera. O objetivo do encontro foi apresentar os chefes de seção do CDA/SP, realizar um intercâmbio de informações acerca da missão e apresentar o contexto do qual o Comando faz parte. A reunião teve a presença de militares da Marinha do Brasil e da Força Aérea Brasileira (FAB).

O CDA/SP tem como missão cooperar com o Ministério da Defesa no planejamento, preparo e emprego das Forças Armadas nas ações de segurança e defesa relacionadas aos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Integração

O Comandante da 2ª Divisão de Exército e do CDA/SP, General de Divisão Décio Luís Schons, iniciou o encontro destacando que, para um bom funcionamento, o CDA/SP exigirá integração da Marinha, do Exército e da FAB e traçou um paralelo histórico ao citar a criação do Ministério da Defesa, ocorrido no final dos anos 90, quando os militares passaram a atuar de maneira mais integrada. “Juntos somos mais fortes”, enfatizou o General, que revelou as duas principais qualidades que os militares empenhados na missão deverão possuir: flexibilidade e adaptabilidade.

Ainda em seu discurso, o comandante ressaltou a confiabilidade da qual as Forças Armadas gozam no Estado de São Paulo. “As nossas forças têm uma imagem excelente perante a sociedade paulista e, particularmente, paulistana, o que gera uma maior responsabilidade”, disse o General.

Apresentação

A 3ª Seção do EM Cj ministrou uma apresentação para esclarecer o contexto no qual as Forças Armadas vão trabalhar no Estado de São Paulo. A missão é garantir que os Jogos Olímpicos Rio 2016 transcorram em um ambiente pacífico e seguro.

O CDA/SP desempenhará as seguintes missões durante o maior evento esportivo do mundo: conduzir as ações de segurança e Defesa Cibernética (DCiber) e de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN); vigiar e proteger estruturas estratégicas previamente selecionadas; coordenar as ações de prevenção e combate ao terrorismo; e ficar em condições de executar as ações de garantia da lei e da ordem, empregando a força de contingência.

O estádio

A Arena Corinthians receberá dez jogos em sete datas. Serão seis partidas de futebol feminino e quatro de futebol masculino. As seleções femininas de Canadá e Austrália se enfrentam no dia 3 de agosto, na primeira partida do estádio nos Jogos Olímpicos, dois dias antes da abertura oficial do evento. A última partida será a decisão da medalha de bronze da modalidade feminina no dia 19 de agosto.



Outras coberturas especiais


Pacífico

Pacífico

Última atualização 22 AGO, 11:40

MAIS LIDAS

Eventos