COBERTURA ESPECIAL - Eventos - Segurança

15 de Julho, 2014 - 14:40 ( Brasília )

Balanço das Ações: Defesa / Segurança / Inteligência


 


Nelson Düring
Editor-Chefe DefesaNet



Foi apresentado pela Presidente Dilma Rousseff e demais autoridades o Relatório  “Ações e Efetivo do Governo Federal Balanço Prévio da Copa”, na tarde de segunda-feira (14JUL14), no  Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), Brasília DF.
 
Deste relatório, composto de mais de 80 páginas, DefesaNet extraiu interessantes dados que não foram mencionados no noticiário diário.
 
Inteligência – Além das atividades mantidas em sigilo, a única tornada pública pelo resultado, foi a prisão de vários ativistas às vésperas da final da Copa. Os números dos envolvidos na área de inteligência chama a atenção, sendo 900 pessoas, que estiveram trabalhando na área (incluindo ABIN, DPF e órgãos Militares). Ao todo foram analisados 450.000 antecedentes, o que foi uma tarefa gigantesca.
 
Defesa – A área que teve o maior contingente de pessoal e equipamentos participando foi a mais discreta e quase invisível. As Forças de Defesa agiram de forma subsidiária dando apoio às áreas de segurança, inteligência, funcionando como um “backbone” (esqueleto).
 
Fato relevante foi o Decreto 8265, foi regulamentada a Lei Nº 7.565, de 19 de dezembro de 1986 - Código Brasileiro de Aeronáutica, no tocante às aeronaves sujeitas à medida de destruição, no período de 12 de junho a 17 de julho de 2014.
 
Ver a matéria No primeiro dia da Copa, Força Aérea marca golaço Link

Ao todo participaram de forma oficial 59.532 membros das Forças Armadas. As missões algumas inusitadas como o apoio à Polícia de Federal, proteção do perímetro na  Agência de Uruguaiana(RS), ajudando a ordenar o fluxo de ansiosos argentinos entrando no país nas etapas finais da Copa.
 
Além do monitoramento das rodovias federais.
 
Coube às Forças Armadas, através do EB, CFN e PA a segurança das seleção brasileira e das demais. Na maioria das vezes a imprensa de forma desatenta ou má intencionada mencionava como Força Nacional de Segurança.
 
 
Segurança – A parte mais visível das áreas de controle, aqui expressivamente a participação das Polícias Militares, com 88.772 membros.   
 
Como no item anterior sempre era mencionada a Força Nacional de Segurança, que totalizou os fantásticos inexpressivos números de 800 membros.
 
Forças auxiliares como Corpos de Bombeiros e áreas de saúde  exerceram importante ação nos preparativos e apoio nas área de contaminação QBNR.

VANTS – Uma linha no relatório chama a atenção.
 

Quantidade de drones apreendidos     -    30

Não se tem conhecimento do porte e dos objetivos dos usos dos drones  apreendidos. Se eram usados por empresas jornalísticas, como era previsto, ou  tinham outro objetivo. De qualquer modo a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) ainda não regulamentou o emprego de drones no Brasil.
 
O CICCN - O Centro Integrado de Comando e Controle Nacional

Uma estrutura pouca conhecida na sua complexidade, o Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) e o seu controle

Subordinado à Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça (SESGE/MJ), o CICCN foi o coração de uma estrutura distribuída pelas 12 cidades-sede. Em cada capital, funciona um Centro Integrado de Comando e Controle Regional. O Rio de Janeiro abrigou também o Centro Integrado de Comando e Controle Alternativo, de prontidão em caso de indisponibilidade do primeiro. E Brasília foi o local de operação do Centro de Cooperação Policial Internacional .

O CICCN operou desde 13 de junho de 2012, ligado aos centros regionais dos estados que receberam a Copa das Confederações: Bahia, Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Pernambuco e Rio de Janeiro. O painel formado pelos 56 monitores integrados está conectado com câmeras, mapas e ferramentas de comunicação das 12 sedes da Copa e dos locais de treinamento, enviadas por 27 centros de comando e controle móveis e 36 plataformas de observação elevada. A comunicação com os outros centros foi realizada por meio de sistemas de informática e links especialmente desenvolvidos para a atividade.




Eixo Defesa
 Efetivo das Forças Armadas empregadodurante a Copa 59.523
Efetivo da Marinha empregado
durante a Copa
13.125
 Efetivo do Exército empregado
durante a Copa
   38.233
 Efetivo da Aeronáutica
empregado durante a Copa
8.165
 Número de aeronaves usadas
durante a Copa (exclui helicópteros)
  77
Número de helicópteros usados
durante a Copa
61


 Eixo Inteligência

        Efetivo empregado durante a Copa

900
Pesquisas de antecedentes para credenciados no evento 450.000

Avaliações de risco (cidades, hotéis, estádios, centrosde treinamento, criticidade dos jogos, delegações, etc)

916


















 
Eixo Segurança Pública
Efetivo de Segurança Pública empregadodurante a Copa (Bombeiros, guarda Municipal/Detran, Polícia Civil, Polícia Militar, PF e PRF) 116.579
Efetivo dos Corpos de Bombeiros empregado durante a Copa 6.738
Efetivo das Polícias Civis empregado durante a Copa 5.584
Efetivo das Polícias Militares
empregado durante a Copa
88.772
Efetivo da Polícia Rodoviária Federal empregado durante a Copa 3.772
Efetivo da Polícia Federal empregado durante a Copa 6.494
Efetivo da Força Nacional
de Segurança
800
Quantidade de drones
apreendidos
30
Número de resgates
aeromédicos PRF
122
 Número de estrangeiros impedidos
de entrar no país
266
 

         

           Eixo Aviação

Número de passageiros processados nos aeroportos da Copa (embarques e desembarques entre 10/06 e 9/07) 16,7 milhões
Número de pousos e decolagens nos aeroportos coordenados para o evento 263 mil
5 pousos e decolagens
por minuto
 Recorde da Copa (3/julho)
Obs: recorde anterior à Copa foi Carnaval (28/01/2014), com 467.000 passageiros e final de ano (20/12/2013), com 420.000 passageiros.
548.000 passageiros
 Jatos executivos no dia do Jogo da Final nos aeroportos do Rio de Janeiro 600



 
Eixo Comunicação
 
Profissionais de comunicação cadastrados
para cobrir a Copa pela Fifa
Aprox. 20.000
Número de países com profissionais de comunicação cadastrados pela Fifa 113
 
Número de jornalistas cadastrados nos 12 centros abertos de mídiada SECOM 10.635
 
 




Outras coberturas especiais


Doutrina Militar

Doutrina Militar

Última atualização 18 OUT, 00:30

MAIS LIDAS

Eventos