COBERTURA ESPECIAL - Eventos - Terrestre

17 de Junho, 2014 - 11:50 ( Brasília )

EB - Sistemas de Informações Geográficas 2 e 3D

Exército produz SIG 2D e 3D para a Copa do Mundo 2014

Alexandre Scussel
Mundo Geo

Para assegurar que os grandes eventos realizados no Brasil transcorram com a devida integridade e segurança, o Governo Federal, sem prejuízo das medidas preventivas, atribuiu às Forças Armadas o papel de Força de Contingência, ou seja, em caso de necessidade, as mesmas serão acionadas para atuar. Nesse sentido, o Exército Brasileiro (EB) está atuando nas atividades de Defesa para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 nas doze cidades sedes e subsedes.

No Exército, a responsabilidade pela produção dos dados geoespaciais para apoiar as atividades de Segurança e de Defesa para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 é da Diretoria de Serviço Geográfico (DSG), a qual conta com cinco organizações militares diretamente subordinadas (OMDS), como braços operacionais, cada uma responsável pela respectiva região brasileira onde está sediada.

Os dados geoespaciais empregados como insumos necessários para o desenvolvimento do mapeamento das sedes e subsedes da Copa do Mundo, foram cedidos por diversas instituições públicas e privadas, tais como Prefeituras Municipais, Órgãos Estaduais de Mapeamento, Construtoras, Empresas de Abastecimento de Água, Empresas de Abastecimento de Luz, Empresas de Abastecimento de Gás entre outras.

Os dados fornecidos foram atualizados, com levantamento de campo, e convertidos para a modelagem prevista na Especificação Técnica para Estruturação de Dados Geoespaciais Vetoriais de Defesa da Força Terrestre (ET-EDGV Defesa FT), que contempla a modelagem conceitual e lógica para as feições da Cartografia Cadastral, até a escala de 1:1.000. A partir dos dados geoespaciais atualizados, foram produzidos Sistemas de Informações Geográficas (SIG) em duas dimensões (2D), com precisão planimétrica e densidade de informações compatíveis com as escalas de 1:2.000 ou 1:1.000, dependendo da base de dados fornecida.

Além do SIG 2D convencional e de cartas topográficas em diferentes escalas também foi produzido um SIG 3D, nas escalas de 1:10.000 e 1:1.000, das regiões de interesse do Exército e das Forças de Segurança. Para a construção de tal produto, foram utilizados como insumos o perfilamento LIDAR e modelos digitais de elevação fornecidos por instituições públicas e privadas e dados coletados em campo.

O SIG 3D tem como principal aplicação, no contexto das atividades de Segurança e de Defesa, permitir uma melhor contextualização da consciência situacional para os tomadores de decisão, nos diversos níveis operacionais, além de possibilitar uma série de análises de visibilidade para diferentes finalidades, como por exemplo: definição do posicionamento ótimo de câmeras de vigilância; definição de pontos cegos para a segurança de um ponto sensível; identificação de pontos cegos de uma rota; e posicionamento de tropa para observação.

Todos os dados geoespaciais produzidos pela DSG serão disponibilizados para as instituições que cederam suas bases de dados. As cartas topográficas matriciais na escala de 1:25.000 produzidas poderão ser acessadas e baixadas, por qualquer usuário devidamente cadastrado, diretamente do Banco de Dados Geográfico do Exército (BDGEx).



Outras coberturas especiais


Doutrina Militar

Doutrina Militar

Última atualização 17 AGO, 00:45

MAIS LIDAS

Eventos