COBERTURA ESPECIAL - Eventos - Naval

24 de Junho, 2013 - 09:15 ( Brasília )

Exposição da Marinha no Forte de Copacabana aberto ao público


A exposição montada pela Marinha do Brasil no Forte de Copacabana, local onde funciona o Centro Aberto de Mídia (CAM) da Copa das Confederações, está atraindo um grande público que visita os museus, instalações e restaurantes do citado forte. Enquanto, na visita ao estande, os adultos desejam conhecer o projeto do submarino nuclear e a “Amazônia Azul”, crianças e adolescentes sentem o prazer de comandar um navio de guerra através do Simulador de Aviso de Instrução (SiAvIn). A exposição segue até o final da Copa das Confederações.

No simulador instalado pelo Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV), é possível comandar o Navio-Patrulha “Macaé”, navegando pela Baía de Guanabara. Enrico Tadeu Brandão de Oliveira, de 7 anos, vibrou ao conseguir terminar o trajeto estipulado e ainda resgatar um tripulante que havia caído ao mar. “É bem real, e guiar o navio pelo timão deu a sensação de que estava dentro dele”, afirmou.

Já para os adultos o que mais chama a atenção é a grande maquete do primeiro submarino brasileiro com propulsão nuclear, vinda do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), onde é possível ver todos os compartimentos e os equipamentos que serão instalados, inclusive as armas de guerra. Outra maquete, do submarino convencional, de propulsão diesel-elétrica, permite a comparação entre os dois projetos.

A prioridade da Força Naval na construção destes submarinos vincula-se à proteção da chamada “Amazônia Azul”, conceito que nesta mostra é apresentado ao público por meio de uma exposição criada pela Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM). Trata-se da extensa área oceânica, adjacente ao continente brasileiro, que corresponde a, aproximadamente, 52% da nossa área continental, e que possui grande importância estratégica, além de imensas riquezas, com incalculáveis bens naturais e biodiversidade.

A DPHDM disponibilizou ainda um Press Tour à Ilha Fiscal e um passeio marítimo no Rebocador “Laurindo Pitta”, que atuou na Primeira Guerra Mundial e hoje transporta turistas, apresentando aspectos históricos da Baía de Guanabara. A exposição no Forte de Copacabana conta, também, com a parceria da Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), com peças que promovem a capacidade tecnológica da Indústria Nacional de Defesa na construção de navios.

O Forte de Copacabana fica localizado na Praça Coronel Eugênio Franco nº 1, Posto 6, em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro. Além da exposição da Marinha, é possível visitar os salões de exposição permanente e temporária do Exército Brasileiro, de terça a domingo, das 10h às 18h. Não há estacionamento. O preço dos ingressos varia de R$ 3 (maiores de 60 anos e estudantes com carteira) a R$ 6 (adultos). Menores de 10 anos, maiores de 80 anos e militares das Forças Armadas são isentos.



Outras coberturas especiais


Panorama Haiti

Panorama Haiti

Última atualização 23 OUT, 11:00

MAIS LIDAS

Eventos