COBERTURA ESPECIAL - Eventos - Aviação

19 de Abril, 2013 - 13:00 ( Brasília )

Copa Confederações - Plano para o setor aéreo visa garantir segurança e eficiência

Entre as ações, estão o reforço de 77%, em média, das equipes dos órgãos públicos que atuam nos aeroportos


A Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero) aprovou nessa quinta-feira (17) uma série de medidas para que o movimento de aeronaves e de passageiros transcorra com eficiência, segurança e conforto durante a realização da Copa das Confederações. Entre elas, estão o reforço de 77%, em média, das equipes dos órgãos públicos que atuam nos aeroportos, como Polícia Federal, Receita Federal e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac); criação de Centro Comando e Controle Nacional que funcionará no Rio de Janeiro 24 horas por dia; regras para funcionamento do espaço aéreo e exercícios simulados de recepção dos diferentes públicos nos aeroportos.

As ações integram o Manual de Planejamento do Setor de Aviação Civil para a Copa das Confederações, que acontecerá entre 15 e 30 de junho deste ano. Os jogos serão realizados em Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador.

Além das medidas já citadas, incluem também no documento a coordenação dos aeroportos, estacionamento extra de aeronaves, definição de processos e fluxos para recepção e desembaraço de passageiros e uma central de acompanhamento de todas as operações realizadas nos principais aeroportos do país no período.

O plano define procedimentos relacionados à recepção dos diferentes públicos, como chefes de Estado, delegações e seleções de futebol e espectadores. A partir dos dados coletados sobre a venda de ingressos para os jogos, a Conaero mapeou a capacidade dos aeroportos, avaliando os sistemas de pista de pouso e decolagem, pátio de aeronaves e terminal de passageiros. O manual considerou ainda os procedimentos de alfândega e tributação, controle migratório, segurança aeroportuária, vacinas e tratamento de armas.

Com essas informações, foi selecionada uma rede de 33 aeroportos e oito bases aéreas, classificados a partir da respectiva organização para recepção de voos VIP, internacional, doméstico e aviação geral.

Conaero- A Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias foi criada em 15 de agosto de 2011. Reúne representantes de órgãos que atuam nos aeroportos e tem como objetivo aperfeiçoar os procedimentos e aumentar a qualidade, a segurança e a celeridade dos processos operacionais. A Conaero vai contribuir ainda para o aperfeiçoamento dos atos normativos e estabelecerá parâmetros de desempenho


Plano para o setor aéreo visa garantir segurança e eficiência durante a Copa das Confederações


Outras coberturas especiais


Expansão Chinesa

Expansão Chinesa

Última atualização 22 SET, 01:20

MAIS LIDAS

Eventos