COBERTURA ESPECIAL - Eurosatory - Terrestre

19 de Junho, 2014 - 15:00 ( Brasília )

CAESAR – AVIBRAS e NEXTER



 Com informações de Bruno Etchenic e Yves Pagot
Especial para DefesaNet

 
A empresa brasileira AVIBRAS Aeroespacial, que é uma das três que dominam o mercado mundial de sistemas de artilharia por foguetes, com o provado sistema ASTROS II,  e prepara-se para entrar no campo de munições guiadas com o ASTROS 2020 e o míssil TM 300 e o foguete SS40 anunciou a entrada no tradicional campo de artilharia de tubo na exposição de EUROSATORY 2014.

Firmou  um Acordo de Cooperação com a empresa francesa NEXTER Systems para adaptar o sistema de artilharia CAESAR (Camion Équipé d’un Système d’Artillerie),  a futuros  requisitos do Exército Brasileiro.  O Sistema CAESAR conta da montagem de um canhão de 155mm / 52 calibres, sobre um chassi Renault Truck Defense (RTD) Sherpa 5..
 
O que é o CAESAR

O projeto CAESAR (Camion Équipé d’un Système d’Artillerie) foi apresentado em 1994 pela então GIAT. Era montado em um chassi MB UNIMOG, em 2006 a empresa agora chamada NEXTER, apresentou o sistema integrado a um chassi RTD Sherpa 5, na EUROSATORY 2006.

DefesaNet obteve a informação de que o sistema será adaptado a um chassi proposto pela AVIBRAS como usado no ASTROS 2020 (atualmente usa o chassi tcheco TATRA, podendo mudar para um MAN similar aos do futuro sistema Pantsir-S1).

A AVIBRAS fornecerá o sistema de comando e controle (C2) e meteorológico. Porém podemos dar como certo que seja usado o sistema de pontaria da SAGEM SIGMA 30.
 
O Sistema SAGEM SIGMA 30 dá às unidades de artilharia a capacidade de tiros a longa distância com precisão, flexibilidade e rapidez, pois não estão baseados no emprego do GPS.
 
Emprega a experiência da SAGEM nos trabalhos de sistemas de navegação e sensores inerciais. O  SIGMA 30 emprega a tecnologia de giro laser digital.
 
A aproximação entra as duas empresas data de dois anos. NEXTER procurava um parceiro no Brasil para atender às solicitações do Exército Brasileiro, e AVIBRAS  também procurava um parceiro internacional para atender às mesmas solicitações
 
A escolha da NEXTER pela AVIBRAS  atende vários quesitos. A sólida reputação da empresa, a confiabilidade dos produtos, e eficácia do sistema de artilharia, seu baixo peso e uma excelente mobilidade.
 
Segundo fontes da AVIBRAS informaram à DefesaNet que um programa deverá ser lançado pelo Exército Brasileiro nos próximos dois a três anos. O sistema  CAESAR é ideal para emprego como força expedicionária e emprego de forças de alta mobilidade como a Brigada de Cavalaria Mecanizada, atualmente em avaliação doutrinária.
 
Poderá ser transportado sem qualquer modificação pela futura aeronave de transporte multimissão EMBRAER KC-390 sem qualquer alteração  no equipamento ( a versão francesa pesa cerca de 18.00kg) .

Ambas empresas não comentaram se o acordo envolvia a produção de munições 155 mm.

 

Nota da AVIBRAS – NEXTER
 
NEXTER e AVIBRAS assinam acordo

 

A AVIBRAS e o Grupo francês NEXTER anunciaram a assinatura, na exposição EUROSATORY 2014, um Acordo de Cooperação para  o desenvolvimento de uma versão do Sistema de Artilharia de 155 mm CAESAR para o Exército Brasileiro. O sistema será baseado nos mesmos requisitos de mobilidade, logística e capacidade de comando e controle do Sistema ASTROS 2020 , produzido pela empresa brasileira.

Para a NEXTER, essa é  uma oportunidade para o grupo francês consolidar sua presença no mercado sul-americano,  e para a AVIBRAS, de apresentar no Brasil um produto no segmento de artilharia de tubo.
 
A assinatura desse acordo contou com as presenças do Embaixador do Brasil na França, do Secretario de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa (DEPROD), membros da comitiva do Exército Brasileiro presentes à EUROSATORY 2014.

 

 
                                           
Especificações Técnicas CAESAR
(
Camion Équipé d’un Système d’Artillerie)

 
Armamento

- Canhão de 155 mm / 52 calibres baseado na versão do obuseiro rebocado TRF1.
- Equipado com freio de boca – Munição Compatível com padrão OTAN 155mm
- O CAESAR pode disparar seis tiros recolher o equipamento e mover para outra posição em menos de 2 minutos. Isto evita o fogo de contrabateria
- Cadência de tiro  : 6 disparos/minuto
- Alcance : 4,5 km a 42 km (obus ERFB), + 50 km (munição com foguete)

 

Proteção - A cabina da tripulação é protegida contra tiros de 7,62mm. Versão francesa
 
Peso  - 18.000kg

Mobilidade - Velocidade - Estradas 80 km e Todo Terreno 50km/h
 

Aerotransportabilidade - Compatível com o LM C-130 Hércules e o futuro EMBRAER KC-390

Nota -  Em Serviço no Exército Francês desde 2008



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 11 DEZ, 19:00

MAIS LIDAS

Eurosatory