COBERTURA ESPECIAL - Euronaval - Naval

18 de Outubro, 2016 - 12:00 ( Brasília )

EURONAVAL - DCNS revela o Conceito Submarino SMX 3.0

DCNS revela o Conceito Submarino SMX 3.0, adaptado às necessidades da Geração Z.

 
O grupo francês DCNS apresentou seu novo submarino conceito batizado de SMX3.0 na Exposição EURONAVAL.  O submarino está adaptado às necessidades da Geração Z que será incorporada aos navios a partir de 2025.
O submarino possui a bordo tecnologias 3.0: melhor gerenciamento de energia, desempenho operacional inigualável e capacidade de atualização do sistema, facilitando a manutenção do navio.

Com um deslocamento de 3.000 toneladas, o SMX 3.0 integra as mais recentes tecnologias digitais para uma melhor eficiência operacional e significativa versatilidade de uso. A DCNS e a Dassault Systèmes estão em parceria neste programa para projetar um navio adaptado para melhorar o nível de conforto das tripulações ( mulheres e homens a bordo). Os sistemas de dados de bordo estão agora completamente interligados, robustos, seguros, rápido e atualizáveis.

- Os seres humanos no centro do sistema:Amanhã, os sistemas dos  submarinos irão produzir muitos milhares de terabytes por dia, que terão de ser geridos e armazenados. A fim de gerir este mundo; a DCNS está desenvolvendo soluções digitais para permitir melhor capacidade de resposta e funcionalidade. Os sistemas de combate ou plataforma de operacionais foram projetados em torno de sistemas mais eficientes e intuitivas. As aplicações de gestão de dados permitirão que os operadores podem ser mais focados em suas funções de maior valor. Capazes de intervir em todos os momentos nos sistemas do submarino, o comandante e sua tripulação terá ainda mais informação e controle de seu navio.

- Desempenho operacional inigualável:Equipado com um sistema de lançamento vertical, versátil que pode ser usado para o lançamento tanto de drones como mísseis, o SMX 3.0 amplia as suas   capacidades de combate. Além disso, o SMX 3.0 tem maior capacidade para combater ameaças cibernéticas. A sua forma e mascaramento de revestimento hidrodinâmico garantem ao submarino uma discrição acústica sem igual. Graças aos seus sistemas de gerenciamento de banco de dados, SMX 3,0 amplia em muito o desempenho dos sensores.

- Melhor gestão de energia: Através deste conceito-navio, a DCNS oferece o sistema anaeróbio de propulsão AIP FC2G (Cell Air Independent Propulsion)  de segunda geração).

- A capacidade de atualização e facilitou a manutenção:sistema de manutenção e modernização foram tratados, desde a fase de projeto, graças às muitas tecnologia 3.0, incluindo um diagnóstico em tempo real do navio, grande gestão de dados e detecção de sinais fracos. Isto é apoiado  por uma infra-estrutura informatizada a bordo produzidos no mesmo princípio como centros de dados civis e com uma capacidade de resistência reforçada. Esta infra-estrutura completa garante uma grande capacidade de atualização e de adaptação com a evolução tecnológica.
 
DCNS é um líder europeu na defesa naval e um grande player mundial em energias renováveis ??marinhas. DCNS projeta, desenvolve e apoia submarinos e navios de superfície. O grupo propõe serviços para estaleiros navais e bases. O Grupo relata uma receita de € 3,04 bilhões e tem uma força de trabalho de 12,953 colaboradores (2015 dados).



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 22 OUT, 20:50

MAIS LIDAS

Euronaval