COBERTURA ESPECIAL - Embraer - Aviação

19 de Fevereiro, 2009 - 12:00 ( Brasília )

Comunicado- Demissões na EMBRAER




São José dos Campos, 19 de fevereiro de 2009 – A Embraer informa que, como decorrência da crise sem precedentes que afeta a economia global, em particular o setor de transporte aéreo, tornou-se inevitável efetivar uma revisão de sua base de custos e de seu efetivo de pessoal, adequando-os à nova realidade de demanda por aeronaves comerciais e executivas.

Apesar de sediada no Brasil, a Empresa depende fundamentalmente do mercado externo e do desempenho da economia global – mais de 90% de suas receitas são provenientes de exportações, pouco se beneficiando, portanto, da resiliência que o mercado doméstico brasileiro vem demonstrando.

As reduções representam cerca de 20% do efetivo de 21.362 empregados da Empresa e se concentram na mão-de-obra operacional, administrativa e lideranças, incluindo a eliminação de um nível hierárquico de sua estrutura gerencial. A expressiva maioria da mão-de-obra de engenharia mantém-se engajada nos programas de desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, que prosseguem inalterados.

Em virtude do cenário que se apresenta, a Embraer reviu suas estimativas para 2009. A Empresa estima entregar 242 aeronaves no período, com uma receita prevista de US$ 5,5 bilhões. Por conta da redução da estimativa de receita, a Empresa revisou sua previsão de investimentos para US$ 350 milhões neste ano.

A Embraer expressa seu profundo respeito às pessoas que ora deixam suas posições na Empresa. Respeito pelo trabalho que desenvolveram, pelo tempo de convívio profissional e pessoal, pelo momento difícil que atravessam.

A Empresa reafirma seu compromisso de construir um futuro sustentável e assegurar sua perpetuidade, através da busca contínua da satisfação de seus clientes, da excelência de suas operações e da geração de valor para seus acionistas, comunidades em que está inserida e para a sociedade como um todo.


Notas

A Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. - NYSE: ERJ; Bovespa: EMBR3) é uma Empresa líder na fabricação de jatos comerciais de até 120 assentos e uma das maiores exportadoras brasileiras. Com sede em São José dos Campos, no Estado de São Paulo, a Empresa mantém escritórios, instalações industriais e oficinas de serviços ao cliente no Brasil, Estados Unidos, França, Portugal, China e Cingapura. Fundada em 1969, a Embraer projeta, desenvolve, fabrica e vende aeronaves para os segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, e Defesa e Governo. A Empresa também fornece suporte e serviços de pós-vendas a clientes em todo o mundo. Em 31 de janeiro de 2009, a Embraer contava com 21.362 empregados – número que não inclui empregados de suas subsidiárias não-integrais OGMA e HEAI. Em 31 de dezembro de 2008, a carteira de pedidos firmes da Embraer totalizava US$ 20,9 bilhões.