COBERTURA ESPECIAL - Embraer - Aviação

21 de Dezembro, 2015 - 10:50 ( Brasília )

Embraer entrega dois primeiros jatos E195 à Tianjin Airlines


Embraer delivers the first two E195s to Tianjin Airlines (Link)


A Embraer entregou os dois primeiros jatos E195 à Tianjin Airlines, cliente-lançador deste modelo de aeronave na China. Estes dois jatos fazem parte do acordo de vendas que a Tianjin Airlines assinou com Embraer em 2014 para 20 jatos E195 e 20 aeronaves E190-E2, durante a visita do presidente chinês, Xi Jinping, ao Brasil.

“O mercado de aviação regional da China acabou de decolar e será o mais robusto do mundo na próxima década”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente & CEO, Embraer Aviação Comercial. “A Embraer tem a satisfação de participar dessa transformação visando melhorar a conectividade com nossas aeronaves regionais. Esperamos, também, que o E195 ajude a otimizar a estrutura de frota do nosso cliente e crie ainda mais valor para a Tianjin Airlines.”
 
Guan Dongyuan, Vice-Presidente Sênior da Embraer e Presidente da Embraer China, disse: “A Tianjin Airlines não só é o maior cliente da Embraer na região da Ásia-Pacífico, mas também gerencia o nosso primeiro centro de serviço autorizado na China. As realizações notáveis da Tianjin Airlines demonstram as vantagens das aeronaves comerciais da Embraer. Será uma oportunidade para a Embraer China aprofundar sua cooperação com a Tianjin Airlines, oferecendo produtos confiáveis e eficientes em termos de consumo de combustível, assim como o dedicado apoio ao cliente e serviços da Embraer.”
 
Atualmente, a Tianjin Airlines opera a maior frota de jatos E190 (45 aeronaves) na China, atendendo principalmente linhas-tronco secundárias e rotas regionais.
 
Du Xiaoping, Presidente da Tianjin Airlines, disse que chegada da frota de jatos E195 terá um papel estratégico para o desenvolvimento da empresa. “Estamos muito satisfeitos com a frota de E190 que estamos operando atualmente e acreditamos que a nova frota de E195, com mais assentos e a mesma economia operacional, permitirá atender à crescente demanda por viagens aéreas na China e ajudar a atingir os nossos objetivos de desenvolvimento.”
 
A Embraer Aviação Comercial possui atualmente 80% de participação no mercado de aviação regional chinês. Até esta data, a Embraer registrou 188 pedidos firmes (21 aviões ainda estão pendentes de aprovação pelo governo chinês) para jatos comerciais na China, sendo que 130 já foram entregues.
 
Embraer Aviação Comercial
 
A Embraer é líder mundial na fabricação de jatos comerciais de até 130 assentos. Cerca de 900 aviões da família ERJ 145 de jatos regionais, de 37, 44 e 50 assentos, foram entregues a companhias aéreas desde sua introdução no mercado, em 1996. A família de E-Jets inclui quatro aeronaves que têm entre 70 e 130 assentos.

Com engenharia avançada, alto grau de eficiência, cabines ergonômicas e espaçosas com dois assentos por fileira, além de atraente economia operacional, o E170, o E175, o E190 e o E195 estabeleceram um novo padrão na categoria. Desde que os E-Jets entraram em serviço, em 2004, a Embraer recebeu quase 1.700 pedidos firmes para esta família de aeronaves e mais de 1.200 E-Jets já foram entregues. 
 
Em 2013, a Embraer lançou a segunda geração da sua família de aeronaves comerciais, os E-Jets E-2, consistindo de três novos aviões – E175-E2, E190-E2, e E195-E2 – no segmento de 70 a 130 assentos. O E190-E2 está programado para entrar em serviço no primeiro semestre de 2018, seguido pelo E195-E2 em 2019 e o E175-E2 em 2020.