COBERTURA ESPECIAL - Embraer - Aviação

07 de Fevereiro, 2014 - 09:20 ( Brasília )

BNDES financiará inovação na Embraer no valor de R$ 1,4 bi


Fonte: BNDES/A Crítica

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento no valor de R$ 1,4 bilhão para investimentos em inovação tecnológica a serem feitos pela Empresa Brasileira de Aeronáutica S. A. (Embraer).
 
O projeto abrange o desenvolvimento da aeronave executiva de médio porte Legacy 500 e da segunda geração da família de jatos comerciais E-Jets, além de investimentos sociais em benefício da comunidade.
 
O apoio do BNDES à empresa será viabilizado por um conjunto de linhas de financiamentos no âmbito do Programa BNDES de Sustentação do Investimento (BNDES PSI), voltado para a aquisição de bens de capital e inovação. Também há recursos provenientes da linha BNDES Proengenharia, destinada ao desenvolvimento da engenharia nacional, e da Linha Investimentos Sociais de Empresas. 
 
O projeto, a ser desenvolvido predominantemente na planta industrial de São José dos Campos (SP), está em linha com a prioridade do banco de incentivar investimentos em inovação, que permitam melhorar a produtividade e aumentar a competitividade das empresas brasileiras nos mercados interno e internacional.
 
Com alta densidade tecnológica, esse projeto trará benefícios relacionados a reduções no consumo de combustível, nas emissões de gases, nível de ruído e custo de manutenção das aeronaves fabricadas pela empresa.
 
A Embraer estima que mais de 1,8 mil empregados estarão envolvidos no projeto até 2018, incluindo profissionais provenientes do Programa de Especialização em Engenharia, parceria da companhia com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).
 
Social
 
Os investimentos sociais no âmbito do projeto terão como foco principal a área da Educação. O Colégio Embraer Casimiro Montenegro Filho, em Botucatu (SP) — onde a Embraer tem unidade de fabricação — será ampliado, com a conclusão de obras de infraestrutura e a criação de 240 novas vagas no ensino médio. Também estão previstos investimentos na reforma do Colégio Embraer Juarez Wanderley, em São José dos Campos.