COBERTURA ESPECIAL - Eleições - Segurança

29 de Agosto, 2019 - 09:30 ( Brasília )

Pré-inscrições para Teste Público de Segurança 2019 vão até 8 de setembro

Investigadores selecionados testarão componentes do sistema eletrônico de votação. Evento será realizado de 25 a 29 de novembro, em Brasília

Termina no dia 8 de setembro o prazo para pré-inscrições no Teste Público de Segurança (TPS) 2019 do Sistema Eletrônico de Votação que será usado nas Eleições Municipais de 2020. Em sua quinta edição, o TPS tem como objetivo fortalecer a transparência, a confiabilidade e a segurança do processo eleitoral, por meio de ações que busquem identificar e corrigir, em tempo hábil, eventuais vulnerabilidades no sistema que possam resultar na quebra da integridade e do sigilo do voto.

O evento será realizado de 25 a 29 de novembro, em Brasília (DF). Para fazer a pré-inscrição – cujo prazo foi iniciado em 16 de agosto –, é preciso ser brasileiro e ter mais de 18 anos. O formulário de pré-inscrição preenchido e os documentos comprobatórios exigidos devem ser encaminhados ao TSE até o dia 8 de setembro.

O resultado dessa fase será publicado no dia 19 do mesmo mês. O TPS 2019 ocorrerá em um espaço exclusivo, com entrada controlada e ambiente monitorado por câmeras.

Os investigadores selecionados para participar do Teste – como especialistas e estudantes das áreas de Tecnologia e Segurança da Informação – terão acesso aos componentes internos e externos do sistema eletrônico de votação, incluindo o hardware da urna e seus softwares embarcados.

Além disso, o TSE fornecerá acesso ao código-fonte do sistema, primeiro passo para conhecer a tecnologia. A edição 2019 do TPS contará, no máximo, com 25 pessoas. A participação poderá ser individual ou por meio de grupos de investigadores, cada qual de dois a cinco integrantes. Todos terão de assinar um termo de responsabilidade, que estabelecerá as regras de conduta do participante.

Etapas

A solicitação para participação no TPS 2019 é dividida em duas etapas: na primeira, o candidato deverá preencher o formulário de pré-inscrição[Link]; na segunda, deverá apresentar um plano de teste, que consiste no detalhamento do “ataque” pretendido, devidamente amparado em normas, artigos, publicações e outros trabalhos técnicos e científicos.

De 14 a 27 de outubro, os investigadores que tiverem sua pré-inscrição aprovada deverão inscrever seus planos de teste. A publicação das inscrições aprovadas ocorrerá em 30 de outubro.

O TSE financiará os custos de passagens e diárias dos participantes selecionados, ainda que morem no exterior. Confira outras datas, prazos e regras na página do Teste Público de Segurança[Link] no Portal da Justiça Eleitoral. Leia o edital completo[Link].


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Expansão Chinesa

Expansão Chinesa

Última atualização 21 SET, 15:21

MAIS LIDAS

Eleições