COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Geopolítica

13 de Novembro, 2012 - 09:40 ( Brasília )

Anúncios com Hitler, Stalin e Saddam atropelados geram polêmica


Uma ONG que presta ajuda a vítimas de acidentes no trânsito gerou polêmica ao lançar uma nova campanha de conscientização pela direção segura na Romênia. A ação do "The Centre Of Consultancy For The Road Victims" (Centro para Consultoria de Vítimas da Estrada) é composta por anúncios que encenam o atropelamento dos ex-ditadores Adolf Hitler, Josef Stalin e Saddam Hussein.

O projeto foi criado pela Publicis Bucareste, sediada na capital romena. Junto das imagens com os ditadores, aparecem as frases "Bem, não é sempre assim. Geralmente, a vítima é um inocente. Dirija com cuidado, salve uma vida!" ("Well, it's not like that. Usually, the victim is an innocent. Drive cautiously, save a life!").

O jornal The Sun informou que especialistas em psicologia fizeram fortes críticas, afirmando que as peças publicitárias poderiam estimular motoristas a se tornarem agressivos contra pedestres. "Se você ver um Adolf Hitler, quando uma pessoa está atravessando a rua na sua frente, você pode se sentir acelerando, não freando", disse um dos críticos.

Os regimes do nazista Adolf Hitler e do líder soviético Joseph Stalin foram responsáveis pela morte de 21 milhões e 43 milhões de pessoas, respectivamente. O iraquiano Saddam Hussein está mais atrás na lista, com pelo menos 185 mil mortes.