COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Geopolítica

20 de Novembro, 2013 - 10:59 ( Brasília )

Tombamento do Monumento aos Pracinhas é publicado no Diário Oficial

A construção é uma homenagem aos brasileiros mortos na 2ª Guerra Mundial

O Monumento aos Mortos da 2ª Guerra Mundial, localizado no Aterro do Flamengo, zona sul, foi incluído nesta terça-feira (19) na lista oficial do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) como patrimônio protegido. Apesar da decisão ter sido publicada somente nesta terça-feira (19), pelo Diário Oficial da União, desde de novembro de 2010 o Conselho Consultivo do Iphan tombou o monumento. 

Também conhecido como Monumento aos Pracinhas, foi construído entre 1957 e 1960 para receber os restos mortais dos soldados brasileiros mortos na Itália durante a 2ª Guerra Mundial. Para homenagear os pracinhas mortos em combate, foram construídas obras no local. Em uma delas, duas palmeiras sustentam mãos que os levam até o céu.

A construção, de autoria dos arquitetos Hélio Ribas Marinho e Marcos Konder Netto, é formada por três obras, a que homenageia a Força Aérea Brasileira, composta por uma escultura de metal; a que representa os pracinhas das três Forças - Marinha, Aeronáutica e Exército -, feita em granito; e uma terceira que lembra os combatentes e os civis mortos em operações navais, representado por um painel de azulejos.

Um museu também faz parte do monumento e conta com uma exposição permanente do material de guerra utilizado pela Força Expedicionária Brasileira, além de ser o local onde os 468 túmulos dos soldados foram sepultados.