COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Naval

22 de Julho, 2013 - 09:02 ( Brasília )

Em Natal, Marinha faz homenagem a marinheiros mortos em guerra

Navio-Patrulha Macau lançará flores ao mar na manhã desta segunda (22). Solenidade relembra o naufrágio da Corveta Camaquã, em 1944.

O Comando do 3º Distrito Naval, em Natal, realiza nesta segunda-feira (22), a bordo do Navio-Patrulha Macau, uma homenagem aos marinheiros mortos em guerra. O Navio deixará o cais da base naval às 9h30 e seguirá para a barra do rio Potengi, onde será feita a leitura solene da Ordem do Dia, alusiva à data.

Segundo o capitão de fragata Cleber Ribeiro da Silva, assessor de comunicação social do 3º Distrito Naval, “serão lançadas flores ao mar e executado o toque de silêncio em homenagem àqueles que deram suas vidas pela pátria”. A atracação no cais da base, após a cerimônia, está prevista para 11h.

A Marinha do Brasil realiza essa cerimônia anualmente para relembrar o aniversário do naufrágio da Corveta Camaquã, em 21 de julho de 1944, data que ficou consagrada à memória dos militares mortos no mar, em guerra.

“No curso da história, muitos marinheiros brasileiros tombaram em operações de guerra, desde a luta pela consolidação da independência até a Segunda Guerra Mundial, incluindo episódios como a Batalha Naval do Riachuelo”, recorda o capitão.