COBERTURA ESPECIAL - DQBRN - Tecnologia

21 de Outubro, 2015 - 00:10 ( Brasília )

John Hopkins e DuPont - Desenvolvem traje especial para EBOLA

A Universidade Johns Hopkins e DuPont unem esforços para produzir roupa de proteção ainda mais eficaz contra o Ebola A colaboração surgiu em resposta à necessidade humanitária identificada pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacio


A Universidade americana Johns Hopkins e a DuPont assinaram acordo de colaboração para comercialização de vestimentas de proteção desenvolvidas com elementos de inovação da John Hopkins para ajudar a proteger as pessoas que atuam no tratamento dos pacientes com Ebola ou de futuros surtos de outras doenças infecciosas. A previsão é que essas roupas estejam disponíveis no mercado no primeiro semestre de 2016.  

Com a disseminação do vírus, muitas enfermeiras, médicos e outros profissionais da saúde foram fatalmente infectados pelos pacientes em tratamento. A Organização Mundial da Saúde confirmou mais de 800 casos de Ebola entre profissionais da saúde na Guiné, Libéria e Serra Leoa, resultando em mais de 500 mortes relacionadas com a doença.

Com a divulgação desses números alarmantes, especialistas em saúde pública, cientistas e engenheiros biomédicos dos setores público e privado foram convocados para ajudar. Em dezembro, a USAID selecionou o novo protótipo de roupa de proteção da Johns Hopkins, produzido com avançado material da DuPont, como um dos cinco primeiros projetos a receber financiamento para enfrentar o desafio imposto pelo Ebola.
 
O protótipo da vestimenta foi desenvolvido pelo Johns Hopkins Center for Bioengineering Innovation and Design (CBID), com a contribuição de outro parceiro global na área da saúde, Jhpiego, uma afiliada da Johns Hopkins. Incorporando alguns elementos do protótipo da Johns Hopkins, o design do vestuário feito pela DuPont contará com um zíper traseiro e um processo de remoção no "estilo casulo" que exige menos etapas, reduzindo os riscos.
 
A colaboração com a DuPont, líder mundial em roupas de proteção pessoal, vai agilizar o acesso a este amplo mercado. Há mais de 40 anos, a empresa tem fornecido esse tipo de roupa para ajudar a proteger profissionais de saúde e da indústria. Com esse acordo, a Johns Hopkins ajudará a DuPont na avaliação dos protótipos de vestuário produzidos pela companhia e na elaboração de informações para os usuários. Já a DuPont será responsável por todos os aspectos da comercialização.
 
"Essa colaboração exclusiva reúne a capacidade de inovação da Johns Hopkins para resolver problemas na área biomédica, a experiência da Jhpiego no setor de saúde mundial e as inovações industriais da DuPont que ajudam a salvar vidas em todo o mundo", disse Youseph Yazdi, diretor executivo do CBID.  "Embora esse projeto tenha sido desencadeado pelo recente surto de Ebola, acreditamos que o design aprimorado da roupa de proteção também terá impactos positivos nos futuros surtos de outras doenças infecciosas."
 
De acordo com Marc Doyle, vice-presidente sênior da DuPont Tecnologias de Proteção, a participação da empresa no USAID Grand Challenge e o posterior trabalho conjunto com a Johns Hopkins e a Jhpiego são exemplos de como a DuPont colabora com parceiros para enfrentar um desafio global. "Estamos esperando ansiosamente pelo próximo passo para tornar essa solução disponível onde for necessária para preparação e resposta a emergências."
 
A Jhpiego testará o protótipo da DuPont na Libéria, um dos três países africanos mais atingidos pelo recente surto do Ebola. O país é uma nação onde a Jhpiego tem profundas raízes e experiência na formação de profissionais e no fortalecimento dos sistemas de saúde.
 
Leslie Mancuso, presidente e CEO da Jhpiego, afirmou que o novo vestuário ajudará a garantir que os profissionais de saúde na linha da frente possam trabalhar com segurança e confiança em qualquer nova situação de surto de doenças infecciosas. "Centenas de enfermeiras, parteiras e médicos trabalharam para combater o surto de Ebola e perderam suas vidas tentando salvar outras", disse Mancuso. "A resposta da Johns Hopkins, Jhpiego e DuPont a esse desafio humanitário oferece um modelo envolvendo conhecimento e dedicação dos setores público e privado para melhorar a saúde mundial."
______________________________
______________
 
Cobre a Jhpiego - Há mais de 40 anos e em mais de 155 países, a Jhpiego, afiliada sem fins lucrativos da Universidade Johns Hopkins no ramo de saúde mundial, tem trabalhado com especialistas, governos e líderes comunitários na África, Ásia e América Latina para desenvolver parcerias e estratégias exclusivas que impeçam mortes desnecessárias de mulheres e suas famílias. Líder técnico globalmente reconhecido nos segmento de saúde materna, neonatal e reprodutiva, a Jhpiego ajuda países a ter condições próprias de prestar cuidados de saúde, treinando profissionais competentes, fortalecendo os sistemas de saúde e aprimorando a qualidade da prestação de serviços, da casa ao hospital, da aldeia à cidade. Para obter mais informações, visite http://www.jhpiego.org.
 
Sobre a Johns Hopkins  - O Center for Bioengineering Innovation and Design (CBID) da Johns Hopkins trabalha dentro do excelente departamento de Engenharia Biomédica da Universidade. Esse departamento é compartilhado pela escola de medicina da universidade e sua Whiting School of Engineering. O CBID tem uma missão dupla nas áreas de educação e inovação, desenvolvendo líderes talentosos em design e comercialização de tecnologias voltada para medicina bem como soluções de saúde de alto impacto. Além do grande apoio do programa Ebola Grand Challenges da USAID, uma ajuda adicional para esse projeto foi concedida ao CBID pelas seguintes organizações: Fundação GE; Clinvue, uma empresa de consultoria para inovação em dispositivos médicos; e BioMaryland Center, um centro dentro do departamento de Negócios e Desenvolvimento Econômico de Maryland; corpos docente e discente da Universidade Johns Hopkins. Informações adicionais podem ser encontradas em http://CBID.bme.jhu.edu.
 
Sobre a DuPont - A DuPont (NYSE: DD) traz ao mundo o melhor da ciência e engenharia em forma de produtos, materiais e serviços inovadores desde 1802. A companhia acredita que, por meio da colaboração com clientes, governos, ONGs e líderes de opinião, é possível encontrar soluções para os desafios globais, provendo alimentos saudáveis e suficientes para a população mundial, reduzindo a dependência de combustíveis fósseis e protegendo a vida e o meio ambiente. Para mais informações sobre a DuPont e seu compromisso com a inovação, acesse www.dupont.com.