COBERTURA ESPECIAL - DQBRN - Defesa

30 de Março, 2015 - 22:45 ( Brasília )

DBQRN - EsIE capacita Latino-americanos para Incidentes Químicos

Escola de Instrução Especializada Capacita Latino-americanos para Resposta Emergencial a Incidentes Químicos



Rio de Janeiro, (RJ)– No período de 23 a 27 de março de 2015, ocorreu o Sexto Curso Básico de Assistência e Proteção em Respostas a Emergências Químicas (CAPEQ), para Estados participantes da Convenção para Proibição de Armas Químicas na América Latina e Caribe (CPAQ-4).

O evento foi uma iniciativa da Organização para Proibição de Armas Químicas (OPAQ) - da qual o Brasil é conveniado - em parceria com o Ministério da Defesa, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e Ministério das Relações Exteriores, para profissionais de defesa e proteção civil, envolvidos diretamente no planejamento, gestão e operações de respostas à emergências químicas.

Durante a atividade, os Especialistas da Escola de Instrução Especializada (EsIE), vanguardeira na área de Defesa Química Biológica Radiológica e Nuclerar (DQBRN) no âmbito das Forças Armadas brasileiras, cooperaram com a difusão de modernas técnicas de identificação, detecção e descontaminação destes tipos de agentes - fosse num quadro de conflito ou não;  além  da condução dos exercícios de simulação, os quais visavam integrar as ações de prevenção e contenção de desastres desta natureza, à elaboração de planos de contingência, por todos setores da sociedade abrangidos por essa questão.

As práticas dirigidas incluíram o planejamento e a execução interagências dos processos de descontaminação de viaturas, instalações e pessoal. As mesmas são fruto das experiência

As mesmas são fruto das experiências adquiridas nos eventos nacionais e internacionais em que a atuação dos Especialistas se fez necessária, como o terremoto na cidade do México, o acidente com o Césio-137, na cidade de Goiânia – GO,  além dos recentes “Mega Eventos”, como Copa do Mundo de Futebol da FIFA 2014 e os jogos testes para a Olímpíada 2016 e Paraolímpíada de 2016.

Participaram da capacitação integrantes das Forças Armadas, policiais, bombeiros e civis do Brasil, Antigua e Barbuda, Argentina, Barbados, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Guatemala, Haiti, Honduras, Jamaica, México, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia.