COBERTURA ESPECIAL - Doutrina Militar - Defesa

13 de Maio, 2017 - 09:00 ( Brasília )

Estudos de Defesa serão ofertados por instituições de ensino superior do País


Alexandre Gonzaga

Em uma decisão histórica o Ministério da Educação resolveu incluir na grade curricular das universidades o tema de defesa nacional. "É um marco na história dos estudos de defesa no Brasil, abrindo uma série de possibilidades para pesquisadores e estudiosos, civis e militares", comentou o comandante da Escola Superior de Guerra (ESG), general Décio Luís Schons.

O documento (Parecer nº 147/2016, do Conselho Nacional de Educação), que prevê os temas de defesa nas universidades do Brasil,  foi assinado ontem (11) pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, em solenidade na ESG, no Rio de Janeiro.

De acordo com o general Schons, haverá linhas de pesquisas especificamente dedicadas aos assuntos de defesa nacional. O comandante da ESG explica ainda que a iniciativa da Educação vai estimular um universo de profissionais, mais bem qualificados, para concorrer futuramente a uma carreira de defesa.

Conforme informações do Ministério da Educação, para acompanhar esta matéria interdisciplinar, os alunos contarão com estudos estratégicos sobre agendas de maior impacto à soberania brasileira – como, entre outros casos, na área da cibernética.


VEJA MAIS