02 de Abril, 2007 - 12:00 ( Brasília )

Defesa

Apagão Aéreo Nota do Clube Naval


Apagão Aéreo
Nota do Clube Naval

ALERTA À NAÇÃO


A nação assiste, preocupada, aos lamentáveis desdobramentos da crise que se instalou no País com os atos de insubordinação explícita praticados por controladores aéreos militares, amplamente noticiados na mídia.

A incompreensível reação do governo, desautorizando medidas disciplinares tomadas pelo Comando da Aeronáutica, fere, gravemente, os princípios constitucionais da hierarquia e da disciplina, basilares das Forças Armadas, bem como a lei penal militar que os tutela, e assim, afeta a própria tranqüilidade do povo brasileiro.

O Clube Naval sente-se no dever de alertar a todos – povo e governo – para as perigosas conseqüências que poderão advir de tais fatos, em termos de anarquia e desordem, sobretudo da tolerância para com a transgressão às leis do País, e exorta as autoridades do governo a recusar qualquer solução que signifique ofensa aos princípios da hierarquia e da disciplina, consagrados no art. 142 da Constituição Federal. Neste caso, é preciso restabelecer com urgência o primado da lei e da ordem.

Ainda, o Clube Naval expressa sua solidariedade aos companheiros do Clube de Aeronáutica, justamente indignados com a agressão de que está sendo vítima sua honrada instituição.

Rio de Janeiro, 02 de abril de 2007.

Alte Esq JOSÉ JULIO PEDROSA
Presidente do Clube Naval