25 de Setembro, 2012 - 09:50 ( Brasília )

Defesa

Novo chefe de Logística assume no Ministério da Defesa


Após mais de dois anos à frente do Comando Militar do Leste (CML), retorna ao Ministério da Defesa (MD) o general-de-Exército Adriano Pereira Júnior. O novo chefe de Logística (Chelog) da pasta foi um dos responsáveis pela idealização do órgão que agora assume. “Essa área tem uma ligação com a minha vida militar ao longo de todo esse tempo [44 anos de profissão]. Então, eu me sinto em casa retornando para cá”, disse o general.

“Espero poder, de fato, trabalhar para que essa estrutura atual do Ministério se fortaleça, se aperfeiçoe, e que ele possa, através da logística, exercer a função de coordenar a área entre as três Forças”, afirmou.

O militar substituiu o tenente-brigadeiro-do-ar Ricardo Machado Vieira – que acumulava a Chefia de Logística com a função de chefe de Preparo e Emprego (CPE), onde permanece. Em seu discurso de despedida, o brigadeiro destacou que, durante os seis meses em que permaneceu no órgão, “pôde conhecer as condições e entender a importância das atividades desenvolvidas para as Forças Armadas e para a sociedade”.

A esse respeito, Machado citou a conclusão do Plano de Articulação e Equipamento de Defesa (PAED), programa estratégico para o Ministério, que possibilitará a recomposição dos meios operativos das Forças Armadas até 2031.

Lembrou, também, de atribuições desempenhadas pela Chelog referentes à mobilização, como o Serviço Militar e o Projeto Soldado Cidadão, “dois temas de grande alcance social”. Para ele, “a incorporação, todos os anos, de cerca de 90 mil jovens e a preparação de muitos deles para o mercado de trabalho é uma contribuição efetiva do Ministério da Defesa para promover a boa cidadania”.

Solenidade

A passagem de comando ocorreu na tarde de hoje, no Salão de Honra do MD, e contou com a presença do ministro da Defesa, Celso Amorim. Na ocasião, ele disse que as duas chefias “ajudam de perto tanto o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), quanto o próprio ministro da Defesa”.

Segundo Amorim, as operações conjuntas, como as Ágata (a cargo da CPE) e as de Garantia da Lei e da Ordem, entre elas a do Complexo do Alemão no Rio de Janeiro (desempenhada pelo general Adriano), “têm sido uma demonstração de que o Ministério da Defesa é importante”.

A cerimônia foi presidida pelo chefe do EMCFA, general-de-Exército José Carlos De Nardi, que ressaltou o trabalho desempenhado pelo brigadeiro Machado e deu as boas-vindas ao general Adriano.

Participaram da solenidade o chefe do Estado-Maior da Armada, almirante-de-esquadra Fernando Eduardo Studart Wiemer, que representou o comandante da Marinha; o comandante do Exército, general-de-Exército Enzo Martins Peri; o comandante da Aeronáutica, brigadeiro-do-ar Juniti Saito; e demais autoridades civis e militares.

A Chefia de Logística assessora o ECMFA nos assuntos relativos à logística, mobilização e Serviço Militar, propondo ações e acompanhando programas e projetos voltados para essas atividades, incluindo tecnologia militar.