19 de Abril, 2011 - 23:10 ( Brasília )

Defesa

Dia do Exército - Dilma destaca vocação pacífica e democrática do Brasil


Dia do Exército – Ordem do Dia

Dia do Exército - Mensagem da Presidente Dilma Rousseff

Dia do Exército - Dilma destaca vocação pacífica e democrática do Brasil


Yara Aquino
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff destacou hoje (19) a “vocação pacífica e democrática do Brasil” em mensagem pela passagem do Dia do Exército. Lida pelo cerimonial do evento, a mensagem também ressaltou a importância do Exército brasileiro.

“As tropas da Força Terrestre, em permanente prontidão, são a garantia indispensável da segurança do país. Um país de vocação pacífica e democrática, que valoriza o diálogo, a justiça, o respeito aos direitos humanos e que vem se consolidando como uma sociedade próspera e fraterna, que busca a igualdade de oportunidades para todos. Na verdade, uma das maiores democracias do mundo”, afirma a presidenta.

A presidente também ressaltou as ações sociais desenvolvidas pela corporação. “Os soldados brasileiros desenvolvem – em todo o território nacional e nas regiões mais remotas e isoladas do Brasil – ações de cunho social de valor inestimável: levando serviços de saúde a populações carentes, prestando socorro em situações de calamidade, apoiando os trabalhos da Justiça Eleitoral, participando de projetos de instalação de infraestrutura física ou, em caráter emergencial, garantindo a lei e a ordem”.

Destacou ainda o trabalho da missão brasileira na reconstrução do Haiti. “No comando da Missão para a Estabilização do Haiti, por exemplo, o Exército Brasileiro vem dando mais um exemplo de responsabilidade, humanidade e honradez. Essa é uma extraordinária atividade de apoio e pacificação de uma nacionalidade que sofreu toda sorte de privações”, lembrou a presidenta.

O comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, também em mensagem lida pelo cerimonial, afirmou que o Brasil ocupa hoje posição de destaque entre os principais atores globais e possui voz ativa em foros mundiais e que isso impõe “a necessidade de um aparato de dissuasão e defesa que dê visível musculatura à estatura do Brasil”.

Na cerimônia, dez ministros de Estado receberam a comenda da Ordem do Mérito Militar. Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) também foram condecorados.