12 de Maio, 2012 - 11:30 ( Brasília )

Defesa

SÍRIA - Brasil envia dez militares que atuarão como observadores da ONU


Brasília, 11/05/2012 - O governo brasileiro conclui, no início da semana que vem, o envio de dez militares que integrarão o grupo de observadores da Organização das Nações Unidas (ONU) na Síria. Sete deles partiram anteontem (09/05) para Damasco, capital do país. O resto do grupo embarca na próxima terça-feira (15/05), para se juntar ao capitão de mar-e-guerra Alexandre Feitosa, que já se encontra no local.

Portaria que autoriza o envio dos brasileiros foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (11). Os militares vão integrar o efetivo de 300 observadores desarmados na Missão de Supervisão das Nações Unidas na Síria (UNSMIS). O Ministério da Defesa selecionou três oficiais da Marinha, quatro do Exército e três da Aeronáutica.

O objetivo da ação é monitorar violações do compromisso de cessar-fogo entre o governo sírio e rebeldes. O envio de observadores, por um período de 90 dias, foi aprovado por decisão unânime dos membros do Conselho de Segurança da ONU, no último mês de abril.

A ONU vinha tratando do reforço do efetivo com o Ministério das Relações Exteriores (MRE). A primeira etapa do procedimento foi o envio de lista com nomes de 17 militares nas patentes: coronel, tenente-coronel, major e capitão. Nesta semana, o organismo internacional respondeu o documento com os militares selecionados.

Confira os participantes da missão:

Marinha

• Capitão-de-corveta André Luiz Cannellas
• Capitão-tenente Luiz Gustavo Príncipe Canedo
• Capitão-tenente Gustavo Henrique Schneider Arueira

Exército

• Major André Gustavo Pinheiro de Rêgo Barros
• Major Eduardo Boudeaux Matos
• Major Sérgio Luiz Pinheiro da Silva
• Major Leandro Santos da Costa


Aeronáutica

• Tenente-coronel Salomão Pereira da Silva
• Tenente-coronel Adriano da Costa
• Major-aviador Marcelo Lima de Moura