03 de Abril, 2012 - 09:07 ( Brasília )

Defesa

Comunicado conjunto destaca cooperação tecnológico-militar entre Brasil e Índia


A presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, e o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, destacaram a cooperação em curso na área de defesa no comunicado conjunto emitido após a viagem da chefe de Estado ao país asiático. O documento foi veiculado na última sexta-feira (30/03), pelo Itamaraty.

No comunicado, eles reiteraram o desejo de colaborar conjuntamente em treinamento, bem como na troca de informação em matéria de operações de manutenção da paz e outras áreas de interesse mútuo.

Ambos propuseram a ampliação da cooperação técnico-militar por meio de pesquisa científica conjunta e de atividades de desenvolvimento tecnológico em armamentos e equipamento militar.

Dilma e Singh também concordaram em trabalhar em propostas específicas para o desenvolvimento conjunto de projetos no setor de defesa, em particular com relação a engenharia e construção de navios.

As duas delegações acordaram explorar possibilidades de cooperação em áreas como espaço, propulsão nuclear, defesa cibernética e sistemas de defesa, entre outras em que a Índia possui experiência.

Entre os pontos lembrados no comunicado, além da visita do ministro da Defesa do Brasil, Celso Amorim, à Índia, em fevereiro de 2012, os dois líderes reconheceram o progresso alcançado pelo Acordo sobre Cooperação em Defesa Brasil-Índia, assinado em 2003.

Atualmente, os dois países desenvolvem um programa conjunto para adaptar um radar de varredura eletrônica ativa de projeto e fabricação indiana à plataforma do Embraer 145. Similar ao E-99 empregado pela Força Aérea Brasileira, que utiliza um radar Erieye de fabricação sueca, o casamento da Airborne Early Warning and Control System à aeronave brasileira é, segundo os dois mandatários, um excelente exemplo de parceria e cooperação em curso no campo de pesquisa e desenvolvimento.