14 de Março, 2012 - 09:57 ( Brasília )

Defesa

Segundo dia de Seminário aborda as possibilidades e limitações do apoio de fogo


As possibilidades e limitações do Apoio de Fogo Naval, Terrestre e Aéreo estiveram entre os principais temas do segundo dia do I Seminário sobre Apoio de Fogo em Operações Conjuntas, realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB) no Prédio Anexo do Comando da Aeronáutica, em Brasília. O encontro reúne até sexta-feira (16/3) cerca de 90 militares da Marinha, Exército e Aeronáutica.

No evento, foram debatidos também os aspectos de coordenação e controle relativos ao apoio de fogo naval, terrestre e aéreo. O Tenente-Coronel Moises da Paixão Junior, do Exército Brasileiro, um dos palestrantes do dia, salientou a importância e as vantagens de uma coordenação em uma situação operacional conjunta. “Essa coordenação vai minimizar, otimizar a utilização dos recursos, proporcionado uma economia de meios, uma diminuição dos danos colaterais, enfim, um melhor controle da operação”, explicou o Tenente-Coronel Paixão.

O Major-Aviador Sandro Bernardon, da seção de doutrina do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), também reforçou a necessidade de uma doutrina padrão. “Operar sinergicamente no ambiente de batalha significa a maximização do poder de combate e da defesa brasileira”, ressaltou o Major Bernardon.

As atividades do dia foram encerradas com um debate entre os participantes. Na quarta-feira (14/3), está prevista uma palestra com um Oficial da RAF (Royal Air Force), que discutirá o apoio de fogo conjunto nas Forças Armadas da Inglaterra.

Objetivos

O seminário tem como objetivos estabelecer parâmetros básicos para o desenvolvimento da doutrina de Operações Conjuntas; identificar as necessidades e as limitações de integração sistêmica entre as atividades relacionadas ao Apoio de Fogo em Operações Conjuntas; disseminar e nivelar conhecimentos doutrinários relacionados ao Apoio de Fogo em Operações Conjuntas a fim de possibilitar o desenvolvimento de doutrina conjunta no âmbito das Forças; e obter subsídios para a elaboração de uma instrução provisória sobre o Apoio de Fogo em Operações Conjuntas.

O Seminário sobre Apoio de Fogo Conjunto é organizado pelo Estado-Maior da Aeronáutica. A programação completa do evento pode ser acessada no endereço eletrônico

http://www.fab.mil.br/portal/capa/index.php?page=operacao_emaer