01 de Novembro, 2011 - 22:21 ( Brasília )

Defesa

COMDEFESA é o melhor Ataque


Pense numa área estratégica, repleta de particularidades, em que o preparo, a sensibilidade e a paixão pelo trabalho são atributos indispensáveis para uma gestão de sucesso. Pois é exatamente neste contexto em que se encontra o Comdefesa.

Esse departamento tem como desafio valorizar as missões constitucionais das Forças Armadas e fortalecer a Base Industrial de Defesa, aproximando e integrando a indústria desse setor aos órgãos governamentais e privados, tanto nacionais quanto internacionais.

Trabalho de inteligência

Criado em 2004 como Comitê de Cadeia Produtiva da Indústria de Defesa (Comdefesa), a área tem como tarefa conhecer o setor de Defesa em detalhes para propor projetos, elaborar análises e informes, articular parcerias estratégicas e acompanhar as ações do governo junto ao Congresso Nacional e ministérios. Localizado em nosso 6º andar, está essencialmente voltado a um trabalho de inteligência, desenvolvido a partir de quatro divisões: Mercado Internacional em Defesa; Inovação e Soluções para a Defesa; Competitividade em Defesa; e Banco de Competências em Defesa. Juntas, essas divisões trabalham na captação, análise e fornecimento de informações para geração de conhecimento e oportunidades.

"Batalhão" capacitado

Uma das marcas do Comdefesa é a capacitação profissional de sua equipe, comandada pelo diretor titular Jairo Cândido e pela gerente Maura Curci, que está há 15 anos na Fiesp. Como a Defesa é um campo geralmente ocupado por militares, Maura acredita que o sucesso de civis depende de um esforço diferenciado. “Estamos em uma área onde a paixão pelo trabalho e o preparo significam fatores incondicionais”, afirma. O Departamento conta com 40 integrantes em nível de diretoria, além de oito profissionais no suporte técnico.

Responsabilidade com a imagem

O dia a dia do Comdefesa passa pelo relacionamento constante com as mais diversas áreas da Fiesp e do Ciesp. As parcerias são pontos importantes dentro de uma rotina em que o alto grau de responsabilidade precisa estar sempre presente. Cabe ao departamento realizar eventos cujos protocolos estejam em total sintonia com as doutrinas e princípios hierárquicos das autoridades militares. “Aqui, tudo precisa sair mais que perfeito, pois temos que zelar pela imagem da Fiesp junto à Marinha, ao Exército e à Força Aérea”, diz Maura.