30 de Agosto, 2017 - 11:15 ( Brasília )

Defesa

EMCFA comemora 7 anos de emprego conjunto da Marinha, Exército e Aeronáutica


Débora Sampaio

O Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) realizou, nesta segunda-feira (28), a cerimônia alusiva ao seu aniversário de sete anos. A solenidade contou com a entrega da Medalha Mérito EMCFA para 42 agraciados e a participação de representantes dos Ministérios das Relações Exteriores e da Justiça, da Polícia Federal e de autoridades civis e militares.

A busca pela promoção da interoperabilidade entre as Forças Armadas foi lembrada em discurso pelo chefe do EMCFA, almirante Ademir Sobrinho. “O emprego conjunto das Forças Armadas é uma realidade no mundo atual, e esta é uma das nossas mais importantes lutas no dia a dia. Temos, ainda, um longo caminho pela frente que depende, não só da conquista de corações e mentes de nossos componentes, tanto das Forças Singulares como do EMCFA, mas também do desenvolvimento de ferramentas, doutrinas e procedimentos para maximizar esta vontade, que, tenho certeza, é de todos nós”, ressaltou o almirante Ademir.

Outro ponto abordado pelo almirante foram as metas a serem alcançadas pelo EMCFA, tais como: a conclusão e revisão de documentos que irão auxiliar na atualização do “Plano de Articulação e Equipamentos das Forças Armadas”; a criação de ferramentas e equipamentos que permitam a interoperabilidade; a implantação de uma doutrina e a aquisição de uma capacidade de Medicina Operativa; e o desenvolvimento do emprego da catalogação nos equipamentos e sistemas das Forças Armadas.

Após o discurso do almirante Ademir Sobrinho, a Medalha Mérito EMCFA foi entregue aos agraciados pelos paraninfos.

Além do chefe do EMCFA, a solenidade contou com a presença do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, no período de 2011 a 2015, general José Elito Carvalho Siqueira; do comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira; do comandante da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato; do chefe do Estado-Maior do Exército, general Fernando Azevedo Silva, representando o comandante do Exército;  e de outras autoridades civis e militares.

Condecorados

O servidor civil Antonio Fernando Guimarães Santos, da Subchefia de Mobilização (SUBMOB), do EMCFA, foi um dos agraciados. Ele atua no Ministério desde 1999 e também já recebeu condecorações do Exército e da Aeronáutica. “Sinto-me muito agradecido, reconhecido e lisonjeado por receber esta medalha de importância para os servidores do EMCFA” destacou Antonio Fernando.



A sargento Mariele de Oliveira Teza também recebeu a Medalha Mérito EMCFA. Ela tem 17 anos de serviços prestados à Marinha do Brasil e atua no EMCFA há três anos e meio. “É uma grande honra ser reconhecida pelo meu trabalho junto ao EMCFA, o qual tem como principal objetivo a interoperabilidade entre as Forças”, afirmou a sargento Mariele.

Mais cedo, em uma cerimônia reservada, os chefes de Logística e Mobilização, almirante Leonardo Puntel, e de Operações Conjuntas, general César Augusto Nardi de Souza, também foram agraciados com a condecoração. Eles foram agraciados em uma cerimônia separada porque, na solenidade oficial, seriam paraninfos.

A Medalha Mérito Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas foi criada pelo decreto nº 8.554/2015. A comenda é imposta a civis, militares, instituições civis e organizações militares em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao EMCFA.

EMCFA

Criado em 25 de agosto de 2010 pela Lei Complementar nº 136, cabe ao EMCFA, entre outras atribuições, planejar o emprego conjunto e integrado de efetivos das Forças Armadas, otimizando o uso dos meios militares e logísticos na defesa do país e em operações de paz, humanitárias e de resgate; segurança das fronteiras; e ações de Defesa Civil.

Após esses sete anos, apesar de ser um órgão ainda novo, o EMCFA busca aprimorar ou mesmo modificar procedimentos e costumes seculares, com o ideal de atingir uma evolução no emprego das Forças Armadas.

Fotos: Sgt Manfrim/MD