17 de Agosto, 2017 - 10:15 ( Brasília )

Defesa

FAB e Marinha assinam acordo de cooperação

A parceria será executada por meio de Cursos de Aperfeiçoamento Avançado para Oficiais, entre outras atividades

Tenente João Elias


O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), da Marinha do Brasil, assinaram um Acordo de Cooperação Acadêmica e Técnica, no dia 04 de agosto.

O objetivo é promover o intercâmbio de informações, experiências e conhecimentos acadêmicos e técnicos entre professores e instrutores. Durante a assinatura estavam presentes o Comandante do CIAW, Contra-Almirante Paulo César Demby Corrêa; o Reitor do ITA, Professor Doutor Anderson Ribeiro Correia; o Diretor-Geral do Pessoal da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior; e o Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira.

Essa parceria entre as instituições será executada por meio de Cursos de Aperfeiçoamento Avançado para Oficiais, revisão de currículos e orientações em trabalhos acadêmicos, além de tarefas técnico-administrativas decorrentes dessas atividades.

A cooperação permitirá aos Oficiais da Marinha um conhecimento mais aprofundado das tecnologias que consistem os sistemas de armas embarcadas, sendo considerada uma ação estratégica para a Marinha. “Com essa parceria, o ITA e o DCTA dão um salto a mais na cooperação com as Forças Armadas no Brasil, facilitando a interoperabilidade no contexto do Ministério da Defesa”, afirma o Reitor do ITA, Professor Anderson Ribeiro.

O ITA e o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) irão ministrar parte das disciplinas do Curso de Aperfeiçoamento Avançado em Sistemas de Armas, não apenas pela exclusividade de instalações, equipamentos e docentes, mas também pela inquestionável competência técnica e científica.

Ao longo dos anos, o Instituto vem se aprimorando e tornou-se, atualmente, referência internacional no setor aeronáutico e espacial. Suas atividades são fomentadas pelo Governo Federal e por empresas de alta tecnologia de tradição e excelência, como a Petrobras e a Embraer, entre outras.

O ITA também vem ampliando suas parcerias científicas e tecnológicas internacionais, como as cátedras financiadas com doações da indústria aeroespacial nas áreas aeroservoelasticidade, projeto de sistemas e aeronaves, projetos de turbinas e aeroacústica; tendo papel significativo na capacitação e formação de recursos humanos para o setor industrial aeronáutico e aeroespacial.