26 de Maio, 2017 - 10:00 ( Brasília )

Defesa

Governo federal vai incluir setor de turismo ao plano de segurança pública do Rio


Roberto Cordeiro / MD

O governo federal vai incluir o setor de turismo no plano de segurança pública que vem sendo elaborado para o Estado do Rio. A decisão foi tomada durante reunião entre os ministros da Defesa, Raul Jungmann, e do Gabinete da Segurança Institucional (GSI), Sergio Etchegoyen, com empresários fluminenses nesta quinta-feira (25), em Brasília.

"Já estávamos integrando a segurança levando em consideração o aspecto social. Agora, estamos recebendo outros setores, que neste caso, aqui representado pelo turismo”, afirmou Jungmann.

O plano de segurança para o Rio vem sendo elaborado por determinação do presidente Michel Temer. Nesta sexta-feira (26), as principais diretrizes do plano serão apresentadas em reunião no Palácio do Planalto. Segundo Jungmann, um dos pontos, por exemplo, é a integração entre inteligência, órgãos de segurança pública e Forças Armadas.

Reunião pelo turismo

A partir de um manifesto liderado pelos empresários Roberto Medina, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, e Paulo Protásio, o presidente Temer solicitou que o grupo encarregado na elaboração do plano de segurança tomasse conhecimento daquilo que foi proposto no documento. Por isso, parte do grupo foi recebida pelos ministros Jungmann e Etchegoyen e que contou também com participação de autoridades do Ministério da Justiça.

Na apresentação, Medina explicou que um dos mais importantes segmentos econômicos do estado do Rio é o turismo e que, para tanto, só poderá prosperar se houver uma ação que permita ao turista circular pela cidade em segurança. O governo entendeu que a reivindicação merece integrar o plano e dará novos procedimentos.

O presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, afirmou que a autarquia dá o apoio necessário para que isso ocorra. Já o presidente da Riotur, órgão de turismo da capital fluminense, Marcelo Alves, contou que o prefeito do Rio, Marcelo Crivela, pediu amplo envolvimento da entidade nesta questão.