29 de Agosto, 2011 - 11:16 ( Brasília )

Defesa

Livro Branco: seminário em São Paulo discute a transformação da defesa nacional

Com a participação dos ministros da Defesa do Brasil e da Argentina, encontro de dois dias fecha ciclo de debates destinado a gerar insumos para a elaboração do Livro Branco de Defesa Nacional

Brasília, 29/08/2011 – Com a participação dos ministros da Defesa do Brasil, Celso Amorim, e da Argentina, Arturo Antonio Puricelli, São Paulo sediará a sexta edição do Seminário do Livro Branco de Defesa Nacional (LBDN). O encontro será realizado nestas terça e quarta-feira (30 e 31 de agosto), no Hotel Bourbon Convention Ibirapuera. As inscrições ainda se encontram abertas e podem ser feitas pela internet ou no dia e local do evento, entre 7h45 e 8h45.

Com duração ampliada para dois dias para atender o crescente interesse da sociedade brasileira pelo assunto, o evento terá como tema A indústria de defesa como indutor da transformação da defesa nacional e contará com palestrantes de importantes empresas e instituições brasileiras, entre eles Jairo Candido, diretor do Departamento de Defesa e Segurança da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp); Orlando José Ferreira Neto, presidente da Embraer e da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde) e Eduardo Marson Ferreira, presidente da Helibrás.

Acadêmicos, políticos, militares, estudantes, especialistas e demais interessados receberão, no final, certificado de participação. Último entre os seis eventos previstos para este ano, o seminário de São Paulo dá sequência aos encontros já realizados em Campo Grande, Porto Alegre, Manaus, Recife e Rio de Janeiro. Eles foram idealizados para acolher sugestões e insumos destinados a compor um documento de política de defesa para o País, a ser disponibilizado para a sociedade no próximo ano.

Obras similares ao LBDN existem em vários países do mundo, onde são vistas como uma declaração de princípios capaz de ampliar a transparência – e, por conseguinte, a confiança – das políticas de defesa junto a outras democracias contemporâneas. No Brasil, sua elaboração cumpre determinação contida no parágrafo 1º do artigo 9º da Lei Complementar nº 136/2010.

Para possibilitar a participação de um maior número de pessoas, o seminário do LBDN será transmitido ao vivo pela internet. O sítio eletrônico pode ser acessado pelo endereço: livrobranco.defesa.gov.br.

O Livro Branco deverá ter sua primeira edição apresentada pelo Poder Executivo ao Congresso até meados de 2012. Para cumprir a tarefa, o governo criou, por meio do Decreto nº 7.438/11, um G
rupo de Trabalho Interministerial (GTI). A coordenação do GTI está a cargo do Ministério da Defesa.