05 de Setembro, 2016 - 11:25 ( Brasília )

Defesa

Jungmann convida presidente de São Tomé e Príncipe para reunião da CPLP no Brasil


Durante a permanência em São Tomé e Príncipe, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, teve audiência com o presidente Evaristo do Espírito Santo Carvalho, e com o primeiro ministro, Patrice Trovoada. Nos dois encontros, o ministro formalizou o convite para que participem, em novembro de 2016, do encontro da Comunidade do Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Brasília.

Jungmann representou o presidente Michel Temer, na cerimônia de posse Evaristo Carvalho, em 3 de setembro de 2016. A cerimônia foi presidida pelo presidente da Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe, José da Graça Diogo. Além do ministro Jungmann, compareceram autoridades estrangeiras como o primeiro ministro da Guiné Equatorial, ministros de Angola, Camarões, Costa do Marfim, Portugal, Taiwan e o secretário-geral da CPLP.

Após a cerimônia, o ministro Jungmann manteve encontros com Patrice Trovoada e Evaristo Carvalho, a quem transmitiu mensagem de felicitações pelo êxito do processo democrático. Sublinhou o desejo de fortalecimento dos laços comerciais, culturais e de cooperação bilateral com o Brasil. No encontro, Jungmann convidou Evaristo e Patrice para a cúpula da CPLP, em Brasília.

São Tomé e Príncipe é um país insular situado no Golfo da Guiné que integra a CPLP e mantém estreita ligação com o Brasil no âmbito da defesa. Com vistas a contribuir para a formação de uma guarda costeira santomense, o Brasil estabeleceu junto a esse país um Núcleo de Missão Naval, em modelo semelhante ao adotado na Namíbia (cuja Marinha foi formada pelo Brasil) e em Cabo Verde.

A Marinha brasileira também atuou na Operação Obangame, exercício multinacional de combate à pirataria no Golfo da Guiné. Em maio de 2015, na XVI Reunião dos Ministros de Defesa da CPLP, realizada em São Tomé, foram abordados temas como o combate à pirataria, poluição marítima e tráfico internacional de seres humanos e drogas.