01 de Dezembro, 2015 - 11:10 ( Brasília )

Defesa

EXCLUSIVO – Gen Ex De Nardi deixa o EMCFA


 

Nelson Düring
Editor-Chefe DefesaNet



O General-de-Exército José Carlos De Nardi (71) é o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas(EMCFA) desde a criação deste, no dia 06 de Setembro de 2010.

Após 5 anos à frente do EMCFA o Gen Ex De Nardi deve passar o até o próximo dia 10 de Dezembro o comando do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA).

Após ter sido reconduzido ao posto de Chefe do EMCFA, pelo então  Ministro da Defesa Jaques Wagner, em Janeiro de 2015, para o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff.

A chegada do ministro Aldo Rebelo levou a uma crescente divergência de visões sobe as ações a serem tomadas, particularmente quanto aos compromissos de segurança para a olimpíada.

A mais conhecida é a referente a necessidade de vistos para todos os turistas que virão para as Olímpiadas. O Gen Ex De Nardi inclusive tinha viagem programada no início do ano para contatos com agências de inteligência e instituições militares estrangeiras para afinar segurança das olímpiadas.

DefesaNet também soube por fontes ligadas à área militar que há um desconforto pela pressão em conseguir alocar os correligionários do PC do B, dispensados do MCTI, nas estruturas do Ministério da Defesa e EMCFA.  

Até o momento de publicarmos esta matéria não foi informado pelo Ministério da Defesa da alteração como do possível sucessor. Temporariamente deve assumir o  Almirante Ademir Sobrinho Chefe da Chefia de Operações Conjuntas (CHOC)

 

O EMCFA

A criação do Estado-Maior Conjunto integra um projeto de reestruturação das Forças Armadas que, entre outros pontos, dá poder de polícia aos militares nas áreas de fronteira. Basicamente, integrantes das três forças poderão fazer patrulhamento, revistar pessoas, veículos, embarcações e aeronaves, assim como efetuar prisões em flagrante sempre que não houver policiais presentes.

O EMCFA também coordenou as ações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Rio de Janeiro, tais como as ações do Alemão e Maré. Propiciando as condições legais para as ações das Forças Armadas na área urbana.

Na reserva em abril 2010, quando comandava oo Comando Militar do Sul, o Gen Ex De Nardi  foi reconvocado a pedido do então ministro da Defesa, Nelson Jobim, para ocupar o cargo criado com o objetivo de coordenar as ações em conjunto do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Assumiu em 06 setembro de 2010. (ver vídeo abaixo)

 

As Definições do EMCFA


Segundo o Portal do Ministério da Defesa:

O Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) tem como chefe um oficial-general do último posto (quatro estrelas) de qualquer uma das três Forças Armadas, da ativa ou da reserva, indicado pelo ministro de Estado da Defesa e nomeado pelo presidente da República.

Além de assessorar permanentemente o ministro da Defesa, cabe ao chefe do EMCFA coordenar a interoperabilidade das três Forças Singulares, sobretudo no que se refere ao emprego das tropas.

Entre suas atribuições está também a coordenação do comitê integrado pelos chefes de Estados-Maiores dos Comandos Militares.

Ao chefe do EMCFA é assegurado o mesmo grau de precedência hierárquica dos comandantes militares e sobre os demais oficiais-generais das Forças Armadas, bem como todas as prerrogativas, direitos e deveres do serviço ativo.

Se o general indicado ao cargo estiver na ativa, ele será transferido para a reserva remunerada quando empossado no cargo, a exemplo do que ocorre com os comandantes militares.

 

Matérias Relacionadas

General José Carlos De Nardi é reconduzido à chefia do EMCFA Janeiro 2015 (Link)







Vídeo da posse do General-de-Exército José Carlos De Nardi como Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, em 06 Setembro 2010.