29 de Outubro, 2015 - 10:50 ( Brasília )

Defesa

Ministro da Defesa do Timor-Leste fortalece cooperação com o Brasil

Ministro da Defesa visita Comissão de Defesa na Câmara dos Deputados

Fortalecer a cooperação na área de Defesa entre o Brasil e o Timor-Leste. Este foi o objetivo da reunião entre os ministros da Defesa do Brasil, Aldo Rebelo, e do Timor-Leste, Cirilo Cristovão, realizada nesta quarta-feira (28), em Brasília (DF). O ministro timorense foi recebido na sede do Ministério da Defesa com honras militares e passou a tropa em revista.

Cirilo ressaltou a intenção de incrementar as atividades de cooperação bilateral entre as Forças Armadas dos países sob o Acordo na área de Defesa assinado em 2010, de contar com o apoio da Escola Superior de Guerra (ESG) para o quadro docente e para a elaboração de currículos de cursos do Instituto de Defesa Nacional (IDN), e, sobretudo, de obter a cooperação específica para a implementação de programa de ensino da língua portuguesa.

“É uma grande honra poder receber no Brasil o ministro da Defesa do Timor-Leste, com quem já temos uma grande cooperação em várias áreas, e aprofundar a cooperação nos domínios e nos assuntos de defesa. Nós vamos atuar no assessoramento de alto nível, na formação de recursos humanos na área de defesa, na cooperação entre o Instituto de Defesa Nacional do Timor-Leste e a nossa Escola Superior de Guerra, na melhoria do ensino da língua portuguesa, e onde mais for necessário a nossa cooperação será intensificada e ampliada”, destacou o ministro brasileiro Aldo Rebelo.

O ministro do Timor-Leste disse que o encontro com o ministro Aldo foi muito positivo e que a visita também serviu para fortalecer os laços de amizade entre dois países irmãos, que estão na Comunidade de Países da Língua Portuguesa (CPLP).

“Essa visita é muito importante em termos bilaterais. O governo do Brasil e o povo brasileiro estão sempre nos apoiando, em tempos difíceis, durante a nossa luta pela independência e até agora, e também em termos de cooperação técnico-militar, o Brasil está sempre nos apoiando”, declarou Cirilo.

Brasil e Timor-Leste integram a CPLP, que conta com mais sete integrantes: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe.

“Já temos muitos acordos com o Brasil em termos de cooperação militar e agora vamos fortalecer nas áreas de formação da polícia militar e também nas áreas do ensino do Instituto de Defesa Nacional e da Escola Superior de Guerra, e também a possibilidade de assessoria do Ministério da Defesa”, lembrou o ministro Cirilo.

Também participaram da reunião, o comandante da Força Área Brasileira, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato; o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, general José Carlos De Nardi; o chefe do Estado Maior da Armada, almirante Wilson Barbosa Guerra; o secretário-geral do Ministério da Defesa (MD), general Joaquim Silva e Luna; e o chefe de Assuntos Internacionais do MD, general Décio Luís Schons.


Ministro da Defesa visita Comissão de Defesa na Câmara dos Deputados

Na tarde desta quarta-feira (28), o ministro Aldo Rebelo esteve na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN), na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). O titular da pasta de Defesa foi recebido pela presidente da CREDN, deputada Jô Moraes (PCdoB- MG), e pelos parlamentares que compõem a Comissão.

Esta foi a primeira vez que Aldo Rebelo esteve na Comissão, após ter assumido a Pasta. “É uma alegria poder encontrar as senhoras deputadas e senhores deputados”, comentou. Aldo também se colocou à disposição dos parlamentares para os assuntos relacionados à Defesa e relembrou a época em que presidiu CREDN.

Durante o encontro, a deputada Jô Moraes abordou temas que devem ser discutidos com o ministro, como a revisão do Livro Branco de Defesa, a Política Nacional de Defesa e a Estratégia Nacional de Defesa. Rebelo comentou sobre a importância de cumprir os calendários de atualização dos livros.

O ministro discorreu aos parlamentares que pretende acompanhar de perto os assuntos relacionados à Pasta que estiverem em discussão na CREDN. Ele também relatou sobre a viagem à Operação Ágata 10, que atua em parceria com órgãos governamentais.

Para o ministro, a política de reequipamento das Forças Armadas é um dos temas que deve ser debatido para passar a ter orçamento de caráter permanente. Ao final do encontro, Aldo Rebelo retribuiu a recepção cordial dos parlamentares e os convidou para um almoço no Ministério da Defesa.