05 de Dezembro, 2014 - 10:25 ( Brasília )

Defesa

1,4 mil Jovens formandos do Projeto Soldado Cidadão no Amazonas


Robson, Ivonei, José Wesley, Gleiton, Luiz Antônio e Cristiano têm muito em comum. Eles estão na faixa etária dos 20 anos, encontram-se engajados nas Forças Armadas e acabam de concluir, com destaque, os cursos do Projeto Soldado Cidadão. Os seis foram homenageados durante solenidade de formatura do programa no Amazonas, que aconteceu na última quarta-feira (3), na capital Manaus.

Com orgulho, os jovens ostentavam seus diplomas de operador de guindalto, guindaste e empilhadeira; motorista categoria D; transporte coletivo de passageiros; e movimentação e operação de produtos perigosos. Em uníssono responderam que sim, pretendem se valer da qualificação adquirida quando deixarem a Marinha, o Exército e a Aeronáutica e partirem para novos desafios profissionais.

A ideia do Projeto Soldado Cidadão, do Ministério da Defesa, é exatamente esta: dar formação profissionalizante para recrutas que prestam o Serviço Militar, a fim de facilitar o ingresso no mercado de trabalho depois que eles saírem das Forças.

Os cursos oferecidos são ministrados e realizados por instituições públicas ou privadas. Possuem carga horária mínima de 160 horas, sendo 140 de ensino técnico, 16 de empreendedorismo e quatro de cidadania.

Ao todo, 1.425 homens foram qualificados, este ano, no estado do Amazonas em 28 especialidades, como pedreiro, pintor predial, eletricista, mecânico, marceneiro, garçom e cozinheiro. A maior parte, 825, é da cidade de Manaus. Os 600 restantes são de Barcelos, Tefé, Tabatinga, Humaitá e São Gabriel da Cachoeira.

Nos pelotões de fronteira houve a participação no programa de militares das etnias indígenas Baré, Werekena, Tucano, Arapaco, Desana, Kubeo, Wanamo, Kuripaco, Yanomani, Hupda e Baniwa.

Formatura

Durante a cerimônia, os alunos ficaram perfilados no pátio do Comando Militar da Amazônia. Após entoarem o Hino Nacional, ouviram a leitura de texto alusivo do programa – que completou, em 2014, dez anos de existência e já formou cerca de 200 mil soldados das três Forças, em todo o país.

Na ocasião, o comandante da 12ª Região Militar, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, enfatizou a importância do evento. “Estamos festejando o maior programa de profissionalização de jovens do Brasil.” E completou: “Vocês, em forma, são os grandes beneficiados. Aproveitem. Espero que o projeto prossiga levando o bem para esta juventude”.

O general agradeceu, também, o apoio prestado à iniciativa por instituições do estado, entre elas o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM).

A formatura terminou com desfile da tropa. Estiveram presentes representantes do Comitê Gestor do Soldado Cidadão do Ministério da Defesa; a diretora-presidente do CETAM, Joésia Pacheco; e demais autoridades civis e militares.