30 de Junho, 2011 - 10:17 ( Brasília )

Defesa

Ministro Jobim detalha Plano Estratégico de Fronteiras a senadores


O ministro da Defesa, Nelson Jobim, detalhou hoje a senadores da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional as ações do Plano Estratégico de Fronteiras, lançado pelo Governo Federal no início do mês. A apresentação ocorreu no Centro de Operações Conjuntas (COC), localizado no edifício sede da pasta, em Brasília.

É do COC que serão coordenadas as ações do Plano, que prevê operações integradas entre órgãos de segurança pública federais, vinculados ao Ministério da Justiça, e as Forças Armadas para prevenir e reprimir ilícitos transnacionais. O local funcionará como uma sala de comando dessas operações.

Durante sua apresentação, Jobim mostrou os objetivos estratégicos, as condicionantes políticas e militares e deu detalhes sobre a área de cobertura das operações fronteiriças. Na oportunidade, apresentou também aos senadores a atual estrutura militar de defesa e as formas de comunicação utilizadas pelas Forças Armadas para planejar e executar as ações conjuntas.

Militares que atuam no Haiti e outros que apoiam as ações da Operação Arco Verde, no Mato Grosso Sul, realizaram uma videoconferência para exemplificar a importância da comunicação integrada do COC.

Por fim, o ministro Jobim fez uma rápida explanação das grandes mudanças que a pasta atravessou nos últimos anos. Ele destacou, em especial, os avanços decorrentes da aprovação, em dezembro de 2008, da Estratégia Nacional de Defesa (END), além do fortalecimento do Ministério com a alteração da Lei Complementar nº 97, chamada de “Lei da Nova Defesa”, que trouxe importantes mudanças institucionais, como a criação do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) e a reorganização estrutural da pasta.

Fonte: