09 de Outubro, 2014 - 09:00 ( Brasília )

Defesa

Programa financia pesquisas sobre Defesa Nacional e Segurança Internacional na área de Ciências Humanas


Até o dia 5 de novembro, os pesquisadores dedicados a temas de segurança internacional e defesa nacional nos campos das ciências humanas e sociais aplicadas poderão submeter seus projetos a financiamento específico por um período de até dois anos.

O objetivo da parceria entre o Instituto Pandiá Calógeras do Ministério da Defesa e o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) é fomentar a pesquisa sobre o entorno estratégico brasileiro e sobre a economia da Defesa, priorizadas pela Estratégia Nacional de Defesa, por meio do apoio financeiro a projetos de pesquisa.

Os interessados devem priorizar temas relevantes para a inserção internacional do Brasil e para a gestão da defesa nacional.
O diretor do Instituto Pandiá, professor Antonio Jorge Ramalho, destacou uma das vantagens desta chamada: "o programa concentra os esforços na complementação das pesquisas que já são conduzidas e favorece, a um tempo, a cooperação interinstitucional e a cooperação internacional”.

O Programa Álvaro Alberto destinará ao conjunto dos projetos selecionados um montante de R$ 800 mil. Cada projeto poderá contar com, no máximo, R$ 150 mil para o desenvolvimento das pesquisas em até 24 meses.

Os valores podem incluir concessão de bolsas, viagens e eventos, aquisição de equipamentos e material permanente, inclusive bibliográfico. Caberá ao proponente definir em seu projeto a melhor forma de utilizar o recurso.

A iniciativa foi oficializada no Diário Oficial da União (DOU) no último dia 06/10.

Mais informações e a chamada completa podem ser obtidos clicando aqui: