31 de Maio, 2011 - 14:00 ( Brasília )

Defesa

Helibras - Construção do novo hangar entra na fase de fundação aparente e modernização de áreas comuns

Pilastras e outras construções de apoio já são vistas no complexo de Itajubá (MG)

As obras de expansão da Helibras para a construção do novo hangar onde serão construídos os helicópteros EC725 destinados às Forças Armadas, já começam a modificar a paisagem na sede da empresa, na cidade de Itajubá (MG).
 
O novo prédio, que ocupará 11mil m² de terreno, entrou na fase de fundação aparente, durante a qual serão erguidas 62 pilastras de concreto, variando de 13 a 14 metros de altura. Esta etapa estará concluída em meados de agosto, quando começará a construção da cobertura e da alvenaria. A previsão de conclusão da obra é dezembro de 2011.
 
Ao mesmo tempo, outros prédios auxiliares também estão em fase de construção, como o destinado ao banco de testes do EC725. “O prédio para o banco de testes ficará pronto o final deste ano, para que uma equipe de técnicos franceses faça a instalação dos equipamentos deixando-os operacionais para o início do funcionamento da nova linha de produção, já no início do ano que vem”, explica Carlos Moraes, gerente de desenvolvimento industrial da Helibras. Ele informa também que a construção de um outro prédio auxiliar para abrigar os produtos inflamáveis com proteção e isolamento, já se encontra em fase de execução.
 
Diversas outras intervenções civis na estrutura física da Helibras estão sendo realizadas, paralelamente à construção do novo hangar, para abrigar os técnicos que estão chegando para trabalhar no programa do EC725. Entre novos contratados e representantes da Eurocopter, desde a assinatura do contrato, já são quase 300 pessoas – a empresa passou de 300 empregados em 2009 para 511 em 2011, devendo chegar a 1.000 quando todas as etapas estiveram implantadas.
 
“As obras civis são a parte mais visível do programa de expansão da Helibras, porém, o nosso compromisso com o Ministério da Defesa está sendo cumprido em todas as suas frentes”, explica Eduardo Mauad, vice-presidente da empresa.
 
Ele se refere à contratação, já realizada, de fornecedores brasileiros para a fabricação de partes importantes para o EC725, ao desenvolvimento, já em curso, de instalações complexas a serem agregadas aos helicópteros EC725 e Pantera, aos treinamentos que os técnicos da empresa e os militares das três forças estão realizando tanto no Brasil como na França, bem como à capacitação de empresas metalúrgicas da região para produção de ferramental destinado à fabricação e manutenção dos novos helicópteros.
 
Sobre a Helibras:
 
A Helibras é a única fabricante brasileira de helicópteros. A empresa é associada ao Grupo Eurocopter, maior fornecedor mundial do setor, controlado pela EADS - European Aeronautic Defence and Space Company. Com participação superior a 50% na frota brasileira de helicópteros a turbina, a Helibras está em atividade no Brasil desde 1978 e mantém instalações em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Sua fábrica, que emprega mais de 500 profissionais e tem capacidade de produção de 36 aeronaves por ano, está localizada na cidade de Itajubá (MG), onde são produzidos diversos modelos que atendem aos segmentos civil, governamental e militar. Desde sua fundação, a Helibras já entregou mais de 500 helicópteros no Brasil, sendo 70% do modelo Esquilo. Em 2010, a empresa teve um faturamento de R$ 395 milhões. Mais informações:  www.helibras.com.br
 
Sobre a Eurocopter e a EADS:
 
Fundado em 1992, o Grupo Eurocopter possui fábricas na França, Alemanha e Espanha e emprega mais de 15.600 profissionais. Em 2010, a Eurocopter confirmou sua posição de líder na fabricação de helicópteros nos mercados civil e governamental, com um volume de vendas de 4,3 bilhões de euros, referente a helicópteros e serviços e faturamento de 4,8 bilhões de euros – 53% com a entrega de 527 novas aeronaves e 36% de serviços. Com 49% de participação nos mercados civil e governamental, a Eurocopter está presente em cinco continentes por meio de 30 subsidiárias e empresas afiliadas. Os produtos do grupo representam 33% da frota mundial de helicópteros. Mais de 11.200 aeronaves da fabricante estão atualmente em operação por cerca de 2.900 clientes em 147 países.  Mais informações: www.eurocopter.com
 
A EADS é líder mundial nos segmentos aeroespacial, de defesa, segurança e serviços relacionados, e inclui a Airbus, a Astrium, a Cassidian e a Eurocopter. Em 2010, a EADS faturou € 45,8 bilhões e empregou cerca de 122 mil trabalhadores.
 
No Brasil, a EADS mantém investimentos há 33 anos, tendo iniciado sua presença por meio da Helibras, subsidiária local da Eurocopter. Também está presente através da EADS Brasil, da EADS Secure Networks Brasil e de escritórios comerciais da Airbus Military e da Spot Image. É acionista da Equatorial Sistemas e desenvolve parcerias de longo prazo com clientes como a TAM, Forças Armadas, Polícia Federal, Agência Espacial Brasileira (AEB), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e as forças policiais estaduais. Mais informações: www.eads.com.br