COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Geopolítica

11 de Junho, 2012 - 09:00 ( Brasília )

O mundo ameaçado pela corrida de armamentos virtuais


Nick Harvey, ministro das Forças Armadas britânico, declarou que ataques cibernéticos a países inimigos poderiam ser um meio “mais civilizado” das hostilidades, caso o Governo considerar que esta opção acarretaria menos vítimas.

Espera-se que no futuro as operações no espaço cibernético desempenhem um papel cada vez maior nos conflitos bélicos, disse Harvey, discursando na cimeira anual de segurança, em Singapura.

Segundo o político, tal perspetiva desafiará não só as Forças Armadas como também a sociedade, em geral. Na opinião do ministro, os ataques cibernéticos permitem assestar golpes relativamente baratos aos países que possuem consideráveis armamentos convencionais.

O ministro da Defesa da Malásia, Ahmad Zahid Hamidi, disse, por sua vez, que as guerras cibernéticas poderiam desencadear uma corrida armamentista virtual.



Outras coberturas especiais


Pacífico

Pacífico

Última atualização 23 AGO, 10:25

MAIS LIDAS

Cyberwar