COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Defesa

04 de Novembro, 2011 - 08:00 ( Brasília )

CYBERWAR -Seminário vai reunir especialistas do Brasil e do exterior em defesa cibernética


Brasília, 03/11/2011 – Especialistas de renome – inclusive estrangeiros – e temas atuais vão engrandecer o II Seminário sobre Defesa Cibernética do Ministério da Defesa, que será realizado entre os dias 8 e 10 de novembro, em Brasília. Em pauta, assuntos tecnológicos em voga, como as políticas públicas de defesa cibernética e segurança da computação em nuvem.

Entre as atrações internacionais está a advogada Eneken Tikk, pesquisadora do Centro de Excelência e de Cooperação em Defesa Cibernética da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), baseado em Tallinn, na Estônia. Ela discutirá as implicações legais dos ataques cibernéticos e a necessidade de políticas governamentais internacionais para o tema.

A segurança da computação em ambiente de nuvem será o tema de palestra do professor Marten Van Dijk, do Departamento de Ciência da Computação e Inteligência Artificial do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Ele participou do processo de criação da tecnologia Blue Ray, criando sistemas de segurança de gravação, entre outros trabalhos.


O seminário também contará com a presença de Demi Getschko, diretor-presidente do Núcleo de Informação e Coordenação da Internet no Brasil (NIC.br). Responsável, com outros especialistas, pela primeira conexão TCP/IP no Brasil, em 1991, Getschko é considerado um dos pais da Internet brasileira.

Proteção do ciberespaço

O II Seminário de Defesa Cibernética do Ministério da Defesa tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento da doutrina de defesa cibernética para aplicações nas operações conjuntas.

A Estratégia Nacional de Defesa estabeleceu três eixos de desenvolvimento científico-tecnológico: o cibernético, a ser desenvolvido pelo Exército; o nuclear, a cargo da Marinha; e o espacial, sob responsabilidade da Aeronáutica.

Este ano, a organização do evento é atribuição do Centro Integrado de Telemática do Exército (Citex). A programação inclui palestras abertas, realizadas durante a tarde, e apresentações reservadas aos organismos de segurança, pela manhã.

No total, serão oferecidas 200 vagas. As discussões vão ocorrer no Auditório General Marcello Rufino, do Estado Maior do Exército. As inscrições podem ser feitas pelo sítio


http://www.citex.eb.mil.br/seminario/.