COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Geopolítica

20 de Setembro, 2011 - 10:33 ( Brasília )

Japão reforça segurança em fabricante de armas após ataque cibernético


O ministério da Defesa japonês reforçou a segurança em caráter de urgência na maior fábrica de armas do país, a Mitsubishi Heavy Industries, após a indústria admitir ter sido alvo de um ataque cibernético em agosto.

A empresa que constrói submarinos, tanques de combates, sistemas de mísseis e aviões de combates disse que hackers entraram em sua rede de computadores, infectando-a com vírus.

Tanto a Mitsubishi como o governo japonês dizem que não há sinais de que dados secretos tenham sido vazados.

O Japão disse que a empresa pode ter violado cláusulas de um contrato para o fornecimento de equipamentos avaliado em vários bilhões de dólares ao não comunicar imediatamente o ataque.

Um segundo fabricante bélico japonês, a IHI, disse que seus funcionários vêm recebendo emails contendo vírus.