COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Terrestre

30 de Outubro, 2017 - 09:20 ( Brasília )

Exercício Ibero-Americano de Defesa Cibernética promove intercâmbio na área de segurança da informação


O Comando de Defesa Cibernética promoveu, entre os dias 23 e 27 de outubro, o I Exercício Ibero-Americano de Defesa Cibernética, reunindo militares da Argentina, Brasil, Colômbia, Espanha, México e Portugal, além de observadores do Peru.

As atividades foram realizadas no Centro de Instrução de Guerra Eletrônica, com a finalidade de desenvolver competências na área de cibernética, bem como estreitar os laços de amizade e cooperação entre as Forças Armadas dos países envolvidos.

 

Na abertura do Exercício, o General de Exército Juarez Aparecido de Paula Cunha, Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, destacou a importância do tema na atualidade, ressaltando o crescimento de sua relevância nos últimos anos. "Afirmo que, seguramente, a atividade de Defesa Cibernética passou a ser uma atividade de combate. Daí a necessidade de realizar eventos como esse, que promovem o aprimoramento e a troca de experiências entre Nações Amigas", comentou.

O Coronel Aviador Paulo, do Comando de Defesa Cibernética, coordenador-técnico do Exercício Ibero-Americano, também salienta a necessidade do compartilhamento de informações sobre medidas de segurança contra ameaças em comum.

"O fomento à cooperação em matéria de Defesa Cibernética é fundamental. A dinâmica dessa atividade está focada nesse sentido, com os militares de todos os países compartilhando informações de procedimentos de proteção contra possíveis vulnerabilidades dos sistemas", avaliou.

 

VEJA MAIS