COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Terrestre

02 de Junho, 2017 - 12:15 ( Brasília )

Defesa cibernética brasileira ganha cenário internacional


De 15 a 26 de maio, o Centro de Instrução de Guerra Eletrônica (CIGE) promoveu, na Capital Federal, o 2º Estágio Internacional de Defesa Cibernética para Oficiais de Nações Amigas. No total, 15 representantes das Forças Armadas de dez países participaram do evento, junto com militares brasileiros do Exército e da Aeronáutica.

Segundo o Comandante do CIGE, Coronel Luís Carlos Soares de Sousa, a área da cibernética tem ganhado cada vez mais importância no cenário internacional, e o Exército tem desenvolvido atividades buscando a capacitação. “O estágio visa compartilhar conhecimentos na área cibernética, nossas parcerias têm sido muito proveitosas, contribuindo para a nossa capacitação”, destaca o Coronel.

“O estágio é mais técnico que eu imaginava. Estou impressionado com a qualidade das instruções ministradas aqui e com o conhecimento dos instrutores. Superou muito as minhas expectativas”, afirmou o Capitão Matos Santos, Analista de Sistemas do Exército Português.

Durante o treinamento, os participantes realizaram exercícios práticos e, encerrando as atividades, eles encararam um desafio entre equipes, com o emprego de um software nacional, o Simulador de Operações Cibernéticas (SIMOC).



Fotos: Assessoria de Comunicação EB


VEJA MAIS