COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Terrestre

20 de Maio, 2014 - 18:50 ( Brasília )

CDCiber e Serpro assinam acordo de cooperação


O Exército Brasileiro, por meio do Centro de Defesa Cibernética (CDCiber), e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) assinaram nesta segunda-feira (19MAIO14)  acordo de cooperação para troca de conhecimento em tecnologia da informação.

O documento, firmado entre o chefe do CDCiber, general Paulo Sergio Melo de Carvalho, e o diretor-presidente do Serpro, Marcos Mazoni, prevê treinamento de pessoal e intercâmbio de conhecimento nas áreas de defesa cibernética e processamento de dados.

Para o general Carvalho, o acordo é um grande avanço. “Nós agora estamos oficializando a parceria que já acontecia informalmente. Isso vai facilitar a nossa capacitação de recursos humanos.”

Com relação à Copa do Mundo, o chefe do CDCiber explicou que o órgão está na fase final para as atividades do evento. “Recentemente, realizamos o último treinamento e a preparação dos destacamentos remotos de cibernética nas cidades-sedes”, contou.

Já o coordenador geral de Segurança da Informação do Serpro, Ulysses Alves Machado, disse que o órgão vai utilizar, caso seja preciso, toda a sua expertise para apoiar a Copa.

“Faremos algumas visitas ao Centro e o nosso próprio serviço de respostas a ataques estará à disposição.”

Após a assinatura do acordo, os dois dirigentes fizeram uma visita aos centros de Dados e de Comando do Serpro, onde receberam explicações sobre o monitoramento de informações.

No Centro de Comando são acompanhados cerca de 4.600 serviços de clientes do Serpro. A instituição foi responsável pela criação de importantes sistemas de informação da Administração Federal como CPF, Carteira Nacional de Habilitação, Renavam, Siafi, Imposto de Renda, entre outros.