COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Tecnologia

16 de Abril, 2014 - 21:00 ( Brasília )

CGI.br comemora os 25 anos do domínio ".br


O domínio “.br” completa 25 anos no próximo dia 18 e o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) comemora a data com mais de 3,4 milhões de domínios registrados no país, através do Registro.br. Em 18 de abril de 1989, o “.br” foi delegado por Jon Postel, IANA ( The Internet Assigned Numbers Authority), ao grupo que operava redes acadêmicas no País e que fez em 1991 a primeira subdivisão do “.br” ao estabelecer os subdomínios org.br, gov.br, com.br, net.br e mil.br.

Desta forma, o “.br” foi utilizado inicialmente pela comunidade acadêmica para identificar as máquinas das redes que já existiam. Em pouco tempo e, principalmente, após a ECO-92, outros segmentos da sociedade civil tiveram acesso às redes em geral e à Internet em particular e o domínio “.br” passou a ser cada vez mais utilizado.

Com o início da fase comercial da Internet, no começo de 1996, o “.br” já registrava 851 domínios e terminou o ano com 7.507 registros. Em abril de 2014, o Registro.br já passa de 3.401.250 registros. No mundo apenas sete domínios para códigos de país (ccTLDs ou country-code Top Level Domain) possuem mais registros do que o Brasil com o “.br”. Sítios, blogs ou e-mails com o domínio “.br” são facilmente identificados na Internet como brasileiros.

“Tradicionalmente, o Registro.br mantém uma equipe de profissionais altamente qualificados, que a todo momento analisam e desenvolvem novas ferramentas para aprimorar o sistema de registro de nomes de domínios brasileiros”, afirma Demi Getschko, diretor-presidente do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br). No início deste ano, o Registro.br atualizou o seu portal na Internet com um novo desenho e novas facilidades, levando para os usuários uma criptografia mais forte, nomenclatura acessível e um processo de registro simplificado. Para conhecer mais sobre os domínios “.br”, acesse http://registro.br.

Sobre o Registro.br
Desde 1995, o Registro.br é o executor de algumas das atribuições do Comitê Gestor da Internet no Brasil, entre as quais as atividades de registro de nomes de domínio, a administração e a publicação do DNS para o domínio . Realiza ainda os serviços de distribuição e manutenção de endereços internet. Em janeiro de 2013, havia mais de 3,3 milhões de domínios .br registrados no país. Para o LACNIC - Registro de Endereços Internet para a América Latina e Caribe, o Registro.br oferece os serviços de engenharia e hospedagem. Mais informações em http://www.registro.br/.

Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br
O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (http://www.nic.br/) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil. São atividades permanentes do NIC.br coordenar o registro de nomes de domínio — Registro.br (http://www.registro.br/), estudar, responder e tratar incidentes de segurança no Brasil - CERT.br (http://www.cert.br/), estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações — CEPTRO.br (http://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da informação e da comunicação — CETIC.br (http://www.cetic.br/) e abrigar o escritório do W3C no Brasil (http://www.w3c.br/).

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br
O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/. 



Outras coberturas especiais


Superior Tribunal Militar

Superior Tribunal Militar

Última atualização 16 AGO, 01:00

MAIS LIDAS

Cyberwar