COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Tecnologia

30 de Maio, 2011 - 09:00 ( Brasília )

Cyber Ataque - Lockheed-Martin Confirma ter Sofrido Significativo e Tenaz Ataque

Origem e extensçao do ataque não foi informado pela Lockheed-Martin

A empresa Lockheed, principal fornecedora de tecnologia de informação para o governo dos Estados Unidos, disse neste sábado(28MAI11) ter evitado "um ataque sifnificativo e tenaz " ao seu sistemas há uma semana, mas que ainda trabalhava para restaurar o acesso dos seus funcionários à rede.

A Lockheed-Martin é a principal empresa aeroespacial do mundo. Ela fabrica os caças F-16, F-22 e F-35, além de outros sistemas bilionários de defesa vendidos em todo mundo.

Nenhum dado de cliente, programa ou funcionário foi comprometido graças à ação "quase imediata" tomada depois que o ataque foi detectado em 21 de maio, disse Jennifer Whitlow, porta-voz da empresa, num comunicado por e-mail.

Ela afirmou que a empresa trabalhava 24 horas para restaurar o acesso de funcionários à rede que foi alvo do ataque e que a companhia se mantinha em nível de segurança máximo.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos afirmou na noite de sábado que estava atuando com a Lockheed para determinar a abrangência do ataque.

O impacto do incidente no Departamento de Defesa foi "mínimo" e não era esperada "nenhuma adversidade", disse a comandante militar April Cunningham por e-mail.

Não foram dadas informações da origem dos ataques. Os sistemas contêm especificações técnicas em armas em uso e sendo desenvolvidas.

Os caças empregando “Tecnologia Discreta” (Stealth) são desenvolvidos pela Lockheed-Martin. O F-22 Raptor principal caça da USAF e o futuro F-35, cujos primeiros exemplares estão sendo entregues à USAF .

Íntegra da nota distribuída pela Lockheed-Martin neste Sábado (28MAI11),


Swift, Deliberate Response Thwarts IT Breach

BETHESDA, Md, May 28, 2011 -- On Saturday, May 21, Lockheed Martin detected a significant and tenacious attack on its information systems network. The company s information security team detected the attack almost immediately, and took aggressive actions to protect all systems and data. As a result of the swift and deliberate actions taken to protect the network and increase IT security, our systems remain secure; no customer, program or employee personal data has been compromised.

Throughout the ongoing investigation, Lockheed Martin has continued to keep the appropriate U.S. government agencies informed of our actions. The team continues to work around the clock to restore employee access to the network, while maintaining the highest level of security.

To counter the constant threats we face from adversaries around the world, we regularly take actions to increase the security of our systems and to protect our employee, customer and program data. Our policies, procedures and vigilance mitigate the cyber threats to our business, and we remain confident in the integrity of our robust, multi-layered information systems security.

Headquartered in Bethesda, Md., Lockheed Martin is a global security company that employs about 126,000 people worldwide and is principally engaged in the research, design, development, manufacture, integration and sustainment of advanced technology systems, products and services. The Corporation s 2010 sales from continuing operations were $45.8 billion.

DefesaNet

Matérias relacionadas

China confirma Cyber Blue Team - 26 de Maio 2011

Cyberwar - Em contexto: Internet não é garantia de democracia
DefesaNet  26 de Abril 2011

EUA querem estratégia de cibersegurança mundial DefesaNet   19 de Maio 2011

Cresce número de ciberataques   DefesaNet 28 de Março 2011

Cyberwar - Huawei desafia governo dos EUA a investigá-la DefesaNet  03 de Março 2011

Cyberwar - Exército dos Estados Unidos lança app para blogs de soldados DefesaNet02 de Março 2011

Cyberwar - Evgeny Morozov: 'A internet acelera o fim de regimes fracos'  DefesaNet 01 de Março 2011



Outras coberturas especiais


Crise Militar

Crise Militar

Última atualização 18 AGO, 00:20

MAIS LIDAS

Cyberwar