COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Geopolítica

16 de Julho, 2013 - 11:22 ( Brasília )

ONU faz alerta para ameaça de guerra cibernética


A guerra cibernética, ou seja, o uso da internet para promover ataques no espaço virtual, é uma realidade contra a qual a comunidade internacional deve se preparar melhor, alertou nesta segunda-feira um alto funcionário da ONU.

"A guerra cibernética está declarada", afirmou Hamadoun Touré, secretário-geral da União Internacional de Telecomunicações (UIT), durante uma conferência. "Como em uma guerra comum, não há vencedores, só destruição", disse ele, diante de jornalistas, diplomatas e especialistas em tecnologia.

O chefe do órgão especializado da ONU se negou a acusar algum país em particular, mas estimulou a comunidade internacional a cooperar mais para rastrear e encontrar pistas dos criminosos da informática que vencem as fronteiras na internet.

Embora a atenção do público e dos meios de comunicação se volte, muitas vezes, para os ataques dirigidos a páginas oficiais das autoridades ou das organizações, a guerra cibernética, adverte Touré, pode ser muito mais perigosa e causar estragos no setor financeiro e nos serviços públicos.

A defesa cibernética fez parte, pela primeira vez, da ordem do dia dos ministros de Defesa dos 28 países da Otan, no começo de junho em Bruxelas, em um momento em que os exércitos ocidentais enfrentam uma instensificação dos ataques digitais, como o do fim de maio que, segundo o Washington Post, permitiu a criminosos chineses roubar informações relativas a vários sistemas de armas norte-americanos.



Outras coberturas especiais


Especial MOUT

Especial MOUT

Última atualização 18 AGO, 21:00

MAIS LIDAS

Cyberwar