COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Geopolítica

09 de Maio, 2013 - 11:05 ( Brasília )

Huawei diz que não tem relação com ameaças digitais aos EUA

O Pentágono acusou nesta semana a China de ciberespionagem para obter informações sobre os planos militares e de política externa dos EUA

O fundador e presidente-executivo da Huawei Technologies, Ren Zhengfei, defendeu a empresa chinesa em relação às preocupações dos Estados Unidos com segurança digital ao falar à imprensa nesta quinta-feira pela primeira vez, retirando um véu de mistério que envolve o evasivo executivo.

Ren tem evitado a imprensa desde que fundou a Huawei há 26 anos, o que tem alimentado críticas por parte de algumas autoridades estrangeiras de que a empresa não é transparente sobre suas atividades. A empresa também foi acusada de ser muito próxima do governo chinês. A Huawei negou qualquer ligação imprópria.

"A Huawei não tem nenhuma ligação com as questões de segurança cibernética que os EUA encontraram no passado, presente e futuro", afirmou Ren, 68 anos, a jornalistas locais na Nova Zelândia, onde a Huawei ganhou contratos para construir redes de 4G LTE e de banda larga ultra-rápida.

"Equipamentos Huawei são quase inexistentes nas redes atualmente em operação nos EUA. Nós nunca vendemos qualquer equipamento importante para grandes operadoras dos EUA, nem vendemos qualquer equipamento a qualquer agência do governo dos EUA", disse Ren.

A empresa sediada em Shenzhen, na China, é a segunda maior fabricante de equipamentos de telecomunicações do mundo, ficando atrás da sueca Ericsson, mas não conseguiu vender seus equipamentos no enorme mercado dos EUA devido a preocupações sobre segurança nacional no país.

A companhia de US$ 35 bilhões, que também é a quinta maior fabricante de celulares inteligentes do mundo, também tem sido barrada em contratos de fornecimento de equipamentos para redes dos governos da Austrália e Canadá.

Em outro esforço da companhia para ser mais aberta, a filha de Ren, Cathy Meng, vice-presidente financeira da Huawei, concedeu sua primeira entrevista coletiva no início deste ano para anunciar os resultados de 2012 da empresa.



Outras coberturas especiais


Pacífico

Pacífico

Última atualização 16 AGO, 11:35

MAIS LIDAS

Cyberwar