COBERTURA ESPECIAL - Expansão Chinesa - Geopolítica

05 de Março, 2014 - 10:20 ( Brasília )

Japão critica falta de transparência do Orçamento militar da China


O Japão mostrou nesta quarta-feira sua "preocupação" pela falta de transparência e as dúvidas que gera em nível internacional o Orçamento de defesa da China, depois que Pequim anunciou seu aumento em 12,2% para este ano.

O ministro porta-voz do Governo do Japão, Yoshihide Suga, afirmou hoje que "a política de defesa da China e a falta de transparência é um motivo de preocupação para a comunidade internacional", segundo declarações divulgadas pelo jornal Sankei. Suga lembrou que o Japão dedica apenas 0,8% de seu Orçamento aos gastos militares.

Por sua parte, o ministro de Defesa do Japão, Itsunori Onodera, coincidiu em apontar que "há dúvidas da comunidade internacional sobre os dados divulgados pela China e o que se considera o número real. Desejaria mais transparência".

Pequim anunciou hoje um aumento de 12,2% em seu Orçamento de defesa para o ano de 2014, até 808,2 bilhões de iuanes (US$ 132 bilhões).

O aumento, de 1,5 ponto mais que em 2013, foi anunciado pelo primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, em seu discurso de inauguração do plenário anual da Assembleia Nacional Popular, o principal órgão do Legislativo chinês.

O Japão, assim como outros países como os EUA, costuma criticar todos os anos o aumento orçamentário dos chineses, e classifica como excessivas as verbas de defesa de Pequim.