COBERTURA ESPECIAL - Expansão Chinesa - Geopolítica

13 de Maio, 2013 - 00:05 ( Brasília )

Bolívia - China doa U$ 8 milhões para equipar as Forças Armadas


DefesaNet Agência de Notícias


O governo chinês doou à Bolívia  8 milhões de dólares que serão usados nos próximos cinco anos, na compra de equipamentos militares de logística e apoio, porém não de combate, para as Forças Armadas do país andino, disse o ministro da Defesa, Ruben Saavedra.

Cooperação foi acordada numa reunião neste sábado (11MAI13), entre o Ministro Saavedra e o vice-chefe do Exército de Libertação Popular da China, o general Wang Guanzhong, que lidera uma delegação da China em visita La Paz.

Após o encontro, Saavedra e Wang assinaram um acordo para "continuar a renovação de materiais operacionais e de logística" do Exército, da Marinha e da Força Aérea Boliviana disse Saavedra aos repórteres.

 "Desta vez, estamos  assinando um novo acordo que envolve o apoio da China à Bolívia no valor de  U$ 8 milhões  a ser implementado nos próximos cinco anos", disse o ministro boliviano.

 Ele esclareceu que "é um acordo que não está relacionado a materiais de combate", mas "é sim utilizados em logística e operações" para melhorar as capacidades das Forças Armadas.

 Wang Guanzhong ressaltou, entretanto, que o apoio entre a Bolívia e a China "é um exemplo de cooperação entre os países sul-sul", e que a relação bilateral está baseada "nos princípios da igualdade, honestidade, confiança mútua e apoio mútuo ".

 O líder militar chinês visitou antes, o presidente Evo Morales no Palácio do Governo, e depois de seu encontro com Saavedra, tinha agendado uma reunião com o chefe das Forças Armadas da Bolívia, general Edwin de la Fuente.

 "Espero que a minha breve visita à Bolívia possa contribuir um pouco para o desenvolvimento contínuo das relações entre os dois países e as duas forças armadas", disse o militar chinês.

 Saavedra agradeceu a cooperação da China, segundo ele, é para a Bolívia "um importante aliado".

 China já forneceu antes equipamentos para as Forças Armadas da Bolívia, como o treinador K-8, recebidos em 2011. Está finalizando a construção um satélite de comunicações para ser colocado em órbita no final deste ano.

Também planos para apoiar a industrialização das reservas de lítio da Bolívia.

Matéria relacionada

BOLÍVIA - Chegam os K-8  Link


Bolívia - Evo Morales ordena criar um Exército “temido pelo Império” Link

Rejeição ao Brasil aflora em protesto indígena na Bolívia Link



Outras coberturas especiais


Russia Docs

Russia Docs

Última atualização 17 JUL, 11:15

MAIS LIDAS

Expansão Chinesa