COBERTURA ESPECIAL - Expansão Chinesa - Geopolítica

23 de Abril, 2013 - 12:38 ( Brasília )

Índia pede que China retire tropas de zona em disputa


O ministério das Relações Exteriores indiano anunciou nesta terça-feira que pediu à China que retire suas tropas de uma região do Himalaia reivindicada por Nova Délhi na qual teriam entrado, uma acusação desmentida por Pequim.

"Pedimos à China que mantenha o status quo neste setor (da fronteira ocidental)", declarou o porta-voz do ministério, Syed Akbarudin, em uma coletiva de imprensa. "Com isso me refiro ao status quo anterior a este incidente".

Segundo este porta-voz, o embaixador da China na Índia foi convocado e os comandos militares dos dois países permanecem em contato para resolver este incidente.

Uma fonte governamental indiana afirmou no sábado que dezenas de militares chineses montaram um acampamento em uma zona recôndita de Ladakh, reivindicada pela Índia, na qual o traçado da fronteira é motivo de disputa entre os dois países.

Os soldados do Exército Popular de Libertação chinês entraram na parte do território reivindicada pela Índia e montaram um acampamento na noite de 15 de abril, acrescentou a fonte.

A China disse na segunda-feira que tudo era uma especulação. "Nossas tropas patrulham do lado chinês da linha de controle atual (LAC) e nunca violaram esta linha", declarou a porta-voz da diplomacia chinesa, Hua Chunying.

Em 1993 e 1996 os dois gigantes asiáticos assinaram acordos para manter a paz nesta zona.